Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 16 de maio de 2017. Atualizado às 21h55.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

CINEMA

Notícia da edição impressa de 17/05/2017. Alterada em 16/05 às 17h13min

13º edição do Fantaspoa acontece em Porto Alegre

Hoje à noite ela virá é uma das atrações do Fantaspoa, que começa na sexta-feira

Hoje à noite ela virá é uma das atrações do Fantaspoa, que começa na sexta-feira


FANTASPOA/DIVULGAÇÃO/JC
Ricardo Gruner
Cerca de 120 filmes, 40 sessões com debate, e produções desenvolvidas em 30 países. Esses são alguns dos números da edição de 2017 do Fantaspoa - Festival de Cinema Fantástico que chega à sua 13ª edição em Porto Alegre. O evento começa na sexta-feira e segue até 4 de junho, com exibições no Cine Santander Cultural (Sete de Setembro, 1.028) e na Cinemateca Capitólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1.085).
Consolidado no calendário da Capital, o evento não tem muito mais o que experimentar, e sim a aprimorar. A definição é de João Pedro Fleck, um dos curadores da seleção - que também inclui workshops e outras atividades. "Estamos satisfeitos com o patamar alcançado. Nossa preocupação é com a programação", define ele, referindo-se tanto aos títulos em cartaz quanto ao perfil dos homenageados e convidados.
Neste ano, por exemplo, há duas premières mundiais - de, coincidentemente, duas antologias: a produção brasileira 13 histórias estranhas 2 e a mexicana México bárbaro 2. Outro destaque é a quantidade de mulheres na direção de longas. São 15 no total, um quadro que reflete um boom recente. "Nos últimos anos, em 2015 e 2016, eu diria que a produção de cinema de gênero por mulheres é a maior da história", afirma o curador. No dia 29, a agenda do evento inclui um debate sobre o assunto no Bar Mondo Cane (João Alfredo, 325), com presença da homenageada Katt Shea e de outras realizadoras.
Se nos últimos anos foram exibidos títulos que repercutiram também fora do nicho dos fãs de horror e fantasia, como Sob a sombra (vencedor de um Bafta) e Boa noite, mamãe (escolhido pela Áustria para tentar uma vaga no Oscar) nesta edição o Fantaspoa traz um vitorioso no Goya. Ganhadora do prêmio na categoria de animação, Psiconautas, as crianças esquecidas é uma das produções que representam o formato na agenda de 2017.
Todas as atividades - incluindo a participação dos convidados e a relação de cursos, gratuitos e sem necessidade de inscrição prévia -, podem ser consultadas no site www.fantaspoa.com/2017. Ao lado, confira sugestões destacadas por Fleck.

Recomendações da curadoria

Hoje à noite ela virá 
de Matt Stuertz
Cine Santander Cultural
19/05, às 19h
24/05, às 13h30min
Um grupo é atraído para a cabana onde uma garota desapareceu. "É um filme de invocação de demônios, talvez o que mais vá chamar atenção do pessoal que é fã de terror. Assustador", define João Pedro Fleck.
The Void
de Jeremy Gillespie e Steven Kostanski
Cinemateca Capitólio Petrobras
20/05, às 17h
01/06, às 15h
Policial leva um ferido a um hospital que está prestes a ser fechado. Seres encapuzados que rodeiam o prédio aparentemente desencadeiam ocorrências estranhas e violentas. "Bebe na fonte do John Carpenter, faz uma mescla de homenagem com recriação", aponta Fleck.
Replace
de Norbert Keil
Cinemateca Capitólio Petrobras
01/06, às 21h30min (sessão comentada)
02/06, às 15h
Jovem começa a envelhecer rapidamente. "Em uma semana, algumas partes da pele parecem de uma senhora de 70 anos. Então ela começa a ter uns surtos e achar que pode substituí-las por pele de pessoas mais novas - e remoçar", antecipa João Pedro Fleck. Segunda exibição mundial do filme.
Interchange
de Dain Iskandar Said
Cinemateca Capitólio Petrobras
25/05, às 15h
28/05, às 19h
Fotógrafo opta pela reclusão após registrar imagens de um bizarro assassinato, mas um detetive lhe informa sobre outro crime semelhante - e ambos descobrem um universo de criaturas místicas. "Vem da Malásia. É um filme de fantasia muito sensorial. Talvez o mais bonito que exibimos em muitos anos", diz o curador.
Dave fez um labirinto
de Bill Watterson
Cinemateca Capitólio Petrobras
02/06, às 21h30min (sessão comentada)
03/06, às 15h
Artista frustrado constrói um labirinto de papelão - e fica preso dentro dele, que se revela muito maior do que seu exterior sugere. "Passou em três festivais. Em um deles, foi escolhido para sessão de abertura, e nos outros ganhou o prêmio de melhor filme", destaca o curador.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia