Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 11 de abril de 2017. Atualizado às 23h40.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Notícia da edição impressa de 12/04/2017. Alterada em 11/04 às 17h02min

Subjetivo Cristianismo

Exposição À sombra da cruz (performing christianity) foi idealizada por Gala Berger

Exposição À sombra da cruz (performing christianity) foi idealizada por Gala Berger


GALA BERGER/DIVULGAÇÃO/JC
Tem abertura hoje, às 19h, a mostra coletiva À sombra da cruz (performing christianity), que traz artistas como Claudia Barbisan, Andressa Cantergiani, Sandro Ka, Nelson Leirner, Leonardo Remor e Paola Zordan. É uma exposição sobre diferentes imagens referentes à iconografia cristã e a sua problemática em torno da construção de subjetividades rígidas. Foi organizada pela artista argentina Gala Berger durante sua residência artística na Galeria Península como parte do projeto Não sou daqui, nem sou de lá: gestão, curadoria e residência artística em rede, contemplado pela Funarte.
Outro projeto desenvolvido pela artista residente consiste na mudança do nome da Galeria Península (Andradas, 351) - que sedia a mostra - para Casa W, invocando a extinta Casa M, projeto que integrou as atividades da 8ª Bienal do Mercosul e que foi descontinuado pela Fundação Bienal. A duração espaço-tempo da Casa W será de um mês, durante o qual se realizarão diferentes atividades: desde À sombra da Cruz até a construção de um arquivo Feminista-LGTBI-Negro.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia