Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 03 de agosto de 2017. Atualizado às 22h40.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

MÚSICA

Notícia da edição impressa de 04/08/2017. Alterada em 03/08 às 16h53min

Som fúnebre

Quem transitar pela Cidade Baixa no sábado vai ter a oportunidade de presenciar uma experiência singular. O grupo vocal Provox, sob regência de Guilherme Rodrigues, interpreta o Réquiem em ré menor, opus 48, de Gabriel Fauré (1845-1924), na área externa do bar Parangolé (Lima e Silva, 240).
Será a 21ª edição do projeto Desconcerto, que desta vez terá início às 18h. A missa fúnebre composta por Fauré foi recentemente apresentada em uma igreja da capital gaúcha, em recital que integra a formação de Rodrigues no curso de graduação em Música, com habilitação em Regência Coral, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Em seu Réquiem, Fauré não segue exatamente o modelo litúrgico, incluindo textos que não pertencem à Missa dos Mortos. As alterações dão à obra um sentimento de fé no descanso eterno, o que a singulariza em relação às composições do mesmo gênero de Mozart ou Verdi, nas quais a morte é encarada com temor. O projeto não cobra um valor fixo, mas sugere uma contribuição. Reservas pelo telefone (51) 3019-6898.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia