Porto Alegre, quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017. Atualizado às 16h39.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Em encontro com Netanyahu, Trump afirma que Israel e Palestina é quem devem negociar a paz

Ao receber o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, nesta quarta-feira (15) na Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que Israel e Palestina é que devem negociar um acordo de paz e que está aberto para aceitar uma negociação de dois Estados ou de um Estado. A posição de Trump muda radicalmente a que os EUA vinham adotando durante vários governos anteriores, que defendiam e tentavam diplomaticamente uma solução que resultasse na criação de um Estado palestino ao lado de Israel. As autoridades palestinas criticaram a posição do presidente norte-americano. Netanyahu, por sua vez, afirmou que, com Trump na Casa Branca, a aliança entre os países será mais forte, e que os valores compartilhados entre as nações estão ameaçados pelo "islamismo radical".
 

FOTO MANDEL NGAN/AFP/JC