Superplayer: no embalo da música, métrica e felicidade

Há pouco mais de um ano, reportagem no caderno Empresas & Negócios, do Jornal do Comércio, contou a história da Superplayer, startup gaúcha que recém dava os primeiros passos. Em abril de 2014, a Superplayer, liderada pelo CEO Gustavo Goldschmidt, somava sete integrantes, havia sido escolhido para o programa Startup Brasil, do MCTI e fazia planos.

superplayer

 

A rádio online, que oferecia um cardápio com a trilha certa para cada momento, humor, dia da semana, estilo, cresceu, rompeu dois anos, de sete passou a quase 30 pessoas.

fotoO Blog Vida de Startup visitou a sede na Avenida Cristóvão Colombo, em frente ao Shopping Total. Goldschmidt já está até dando conselhos a empreendedores nascentes, com a experiência para não repetir erros.

O CEO contou isso, a relação com o sócio-investidor Movile, maior player de plataformas móveis na América Latina,  e os três valores que pautam a vida, não a longa vida desse negócio de base tecnológica. A seguir, a análise e um pouco de resultados e planos da novata.

Uma opinião sobre “Superplayer: no embalo da música, métrica e felicidade”

Os comentários estão encerrados.