Porto Alegre, quarta-feira, 17 de setembro de 2014. Atualizado às 00h48.
Hoje é Dia do Transportador Rodoviário de Carga.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
13°C
26°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,3270 2,3290 0,63%
Turismo/SP 2,2300 2,4800 1,22%
Paralelo/SP 2,2400 2,4900 1,21%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
124874
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Tecnologia da Informação Maurício Renner
mauricio@baguete.com.br

Tecnologia da Informação

Coluna publicada em 05/10/2009

CMMI + Métodos ágeis não fazem mal

Baguete/Divulgação/JC
Eduardo Peres.
Eduardo Peres.

Três perguntas, três respostas com Eduardo Peres, sócio da DBServer.

1 - Há quem diga que CMMI e métodos ágeis são como manga com leite: melhor sem mistura. É verdade?
Eduardo Peres
- Não é verdade. Tanto que a DBServer acaba de obter o certificado CMMI nível 2 tendo avaliado três projetos que usaram métodos ágeis, assim como toda área de desenvolvimento de software da empresa. É plenamente possível obter conjuntamente os benefícios do poder de entrega dos métodos ágeis com a previsibilidade de custos do CMMI.

2 -  Por que tanta gente vê os sistemas como opostos?
Peres -
O Software Engineering Institute da Carnegie Mellon, criador do CMMI, já publicou artigos falando da compatibilidade de usar métodos ágeis dentro de um contexto de processos certificados com CMMI. Muitas vezes é uma questão dos avaliadores serem mais flexíveis nos seus critérios. Da parte do pessoal dos métodos ágeis, muitas vezes há uma interpretação muito ao pé da letra. É um contrassenso, se a essência da agilidade é justamente ser flexível.

3 - Qual é o histórico da DBServer nas duas metodologias?
Peres -
Participamos do primeiro treinamento oficial de CMM no Brasil, há 12 anos, e de um projeto de qualidade conjunto com a Tlantic em 2004, no qual no final das contas não fizemos a avaliação de certificação, oportunidade que surgiu  quando o ESICenter Brasil lançou o programa Internacionaliza-RS. Com métodos ágeis trabalhamos desde o ano passado. Foi um esforço para flexibilizar os processos de desenvolvimento e entregar um resultado final mais próximo do que o cliente quer, que caminhou para o que é hoje.

CIO deve se comunicar

Abelardo Barbosa não é citado como referência nos livros do momento da gestão de TI. Talvez por isso, tantos CIOs pequem num aspecto fundamental da vida corporativa como comunicar para não se trombicar. A primeira parte da tese - sobre o Chacrinha - é minha, mas a segunda é do Roberto Galdieri, CIO da McDonald’s Brasil, que falou em um evento da Amcham em Porto Alegre. Para Galdieri, a TI “bota o ovo mas não cacareja”. Ao não falar sobre suas realizações dentro das organizações, limitando-se a matar um tigre por dia, os gestores de tecnologia reforçam seu isolamento e diminuem sua influência.

GRC, mais uma sigla

Governança, risco e compliance, termos englobados dentro de uma inevitável sigla de três letras - GRC - estão na pauta dos CIOs gaúchos. O assunto já foi menos conhecido. Bancos e empresas que operam com cartões de crédito, mais sujeitos à regulação, ainda puxam a fila. Mas a lista cresce e passa a incluir empresas que querem abrir capital ou simplesmente vender para companhias americanas. Dezenas de CIOs estiveram em Gramado debatendo o GRC no Seminário Risco, Governança e Compliance, promovido pela Sucesu-RS.

É a dança das cadeiras da TI

A dança das cadeiras da TI segue num ritmo mais acelerado que a lambada (saudade). Ex-gerente regional de TI da Carrier para América Latina, Fermino Ferrari se muda para São Bernardo do Campo, onde assume como CIO da Otis no Brasil, outra empresa do grupo. Carlos Alberto Varela, responsável até agosto de 2008 pela área de TI do Grupo Gerdau, assumirá em outubro a posição de CIO no paulista Grupo Fleury.

Agenda

7/10 - Tá na Mesa - Fernando Alves, presidente da PricewaterhouseCoopers, é o palestrante da reunião-almoço. Das 12h às 14h. Contato: (51) 3214-0200.

13/10 - Workshop sobre Interact Strategic Adviser - Interact Nordeste RS apresenta software de gestão e planejamento corporativo Strategic Adviser 6.0. No Royal Personal Hotel (rua Garibaldi, 153), em Caxias do Sul, às 13h30min. Contato: (54) 3021-0196.

Mercado de Trabalho

Colombo - Analistas de Sistemas e Programadores, em Farroupilha. Ensino Superior, domínio em Oracle (PL/SQL web, forms, report e banco de dados) e conhecimento em JavaScript. CVs com expectativa para: curriculo@colombo.com.br

Stefanini - Desenvolvedor Java, 4 vagas para Porto Alegre. Um ano na função. Desejável inglês avançado e certificação. CVs: tcorrea@stefanini.com.

Social

Nei Maldaner, da Sisnema, está expondo suas fotos da Antártica até a segunda-feira, 12, no Shopping Iguatemi.

Sobe

Blackberry - Xodó dos executivos vai ter uma versão popular no Brasil. Vivo vai lançar o modelo Curve 8520 com pacote econômico e com menos recursos. Ainda assim, é um Blackberry.

Desce

BPO - Um quarto dos maiores provedores de BPO não existirá até 2012. De acordo com o Gartner, fusões, aquisições e falências farão o serviço. Só pode haver um!

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto