Porto Alegre, terça-feira, 02 de setembro de 2014. Atualizado às 22h24.
Hoje é Dia do Repórter Fotográfico.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
24°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,2430 2,2450 0,26%
Turismo/SP 2,1100 2,3800 0%
Paralelo/SP 2,1200 2,3900 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
742698
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

PROMOÇÃO 23/03/2012 - 09h49min

IBGE informa que vendas do varejo subiram 2,6% em janeiro no País

Gabriela Di Bella/ JC
O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções
O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções

As vendas do comércio varejista restrito subiram 2,6% em janeiro ante dezembro, na série com ajuste sazonal, informou o IBGE. O resultado ficou perto do teto do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam uma alta de 0,2% a 2,7%, e superou a mediana projetada, de 1,80%.

Na comparação com janeiro do ano passado, as vendas do varejo restrito tiveram alta de 7,3% em janeiro deste ano. Nesse confronto, as projeções variavam de uma alta de 4,00% a 7,50%, com mediana de 6,10%. Até janeiro, as vendas do varejo restrito acumulam alta de 6,6% nos últimos 12 meses. Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 1,4% em janeiro ante dezembro, na série com ajuste sazonal. O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam uma alta de 0,40% a 2,20%, e acima da mediana, de 0,95%.

Na comparação com janeiro do ano passado, as vendas do varejo ampliado tiveram alta de 7,7% em janeiro deste ano. Nesse confronto, as projeções variavam de uma alta de 5,50% a 9,70%, com mediana de 6,60%. Até janeiro, as vendas do comércio varejista ampliado acumulam alta de 6,4% nos últimos 12 meses. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revisou hoje a taxa do volume de vendas no comércio varejista em dezembro de 2011 ante novembro do mesmo ano, de +0,3% para +0,5%. Já a taxa de novembro de 2011 ante outubro também foi revisada, de 1,2% para 1,3%. Houve revisão ainda no número de setembro de 2011 ante agosto, de -0,4% para -0,5%, e de julho de 2011 ante junho, de 1,2% para 1,3%.

Já o volume de vendas do varejo ampliado em dezembro de 2011 ante novembro do mesmo ano foi revisado de 1,6% para 1,8%. A taxa de outubro ante setembro passou de -0,3% para -0,2% e a de setembro ante agosto saiu de 0,6% para 0,7%. A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), passou a partir de janeiro por uma mudança metodológica, que incluiu revisão da amostra, adoção da Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE 2.0, mudança de base dos indicadores e utilização de novos deflatores.

"A última revisão da amostra foi feita em 2003", lembrou Reinaldo Pereira, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE. "Então você acaba perdendo empresas na sua amostra por conta de empresas que fecham, que deixam de existir. E outras surgem, então você tem sempre que estar revendo a sua amostra." A amostra da PMC em 2003 tinha um total de 9.878 empresas na amostra, representando 20.069. Em 2011, com a revisão, chegou-se a uma amostra de 5.710 empresas, de um total de 32.938.

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Vendas de material de construção caem 3% em janeiro
Em comparação ao mês de dezembro, houve queda de 10 pontos percentuais nas vendas de materiais de construção
Temporada de descontos avança em todo Estado
Liquida Tchê começa hoje em 100 municípios gaúchos com a meta de superar os R$ 2 bilhões comercializados no ano passado
Varejo do vestuário critica salvaguardas à indústria
De acordo com a Associação Brasileira do Varejo Têxtil, a ação coordenada pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção é "injustificada"
Campanha deste ano promete crescer 8%, prevê Schifino
Liquida Porto Alegre é lançado com projeção de R$ 1 bilhão

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto