Porto Alegre, quarta-feira, 17 de setembro de 2014. Atualizado às 00h48.
Hoje é Dia do Transportador Rodoviário de Carga.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
13°C
26°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,3270 2,3290 0,63%
Turismo/SP 2,2300 2,4800 1,22%
Paralelo/SP 2,2400 2,4900 1,21%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
142657
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Mercado Digital Patrícia Knebel
patricia.knebel@jornaldocomercio.com.br

Mercado Digital

Coluna publicada em 15/03/2012

R$ 50 milhões para Instituto de Semicondutores

SCTI/DIVULGAÇÃO/JC

Saiu melhor do que a encomenda o encontro entre o secretário da SCIT, Cleber Prodanov, e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Marco Antonio Raupp, ontem, em Brasília. Na pauta, a implantação do Instituto de Semicondutores no Rio Grande do Sul. “Por mim e pelo ministério o projeto está aprovado”, disse Raupp a Prodanov. A iniciativa é liderada pela Unisinos, mas deverá envolver diversas universidades gaúchas, a Ceitec e empresas que atuam nesse setor. Só do MCTI deverão vir recursos na ordem de R$ 50 milhões. “É um projeto ambicioso e muito importante para a consolidação do Estado em uma posição de vanguarda nesse segmento”, comemora Prodanov. O Instituto de Semicondutores vai atuar nas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), prestação de serviços tecnológicos para empresas, articulação entre design houses e formação de recursos humanos. Nos próximos dias o MCTI vai trabalhar para avaliar como se dará a implantação e como os recursos serão direcionados. No dia 13 de abril, Raupp deverá vir ao Estado para se encontrar com o governador Tarso Genro. Na ocasião, conhecerá as instalações da Unisinos.

Televendas I

Os especialistas em e-commerce são unânimes ao afirmar que, depois da avalanche de novos sites de compras coletivas criados no Brasil, só sobreviverão os que conseguirem um diferencial estratégico. E é nisso que aposta o ClickCupom com a criação de um serviço de televendas.

Televendas II

A meta através desse modelo alternativo de vendas é atingir os e-consumidores que têm receio de comprar os cupons pela internet. A expectativa do ClickCupom é ter um incremento de 20% da operação em 2012. O modelo de televendas está em fase final de testes.

Expansão

Com dez canais de vendas e distribuição de softwares espalhados pelo País, o grupo Cybersul Softwares de Gestão espera chegar a 40 até o final de 2012, ano em que comemora uma década de atuação no mercado. O grupo, do qual fazem parte também a Mídia Ponto e a Mumbai, tem a sua sede em Porto Alegre e escritórios em São Paulo e Florianópolis. A Cybersul cresceu quatro vezes as vendas nos últimos três anos e projeta um faturamento 35% superior em 2012. Hoje, em um evento na sua sede, a empresa lança o livro “100 histórias em 10 anos”.

Ocupação criativa

No final de abril começam a ser reformados dois prédios dentro do Tecnopuc que, quando concluídos, se tornarão espaços criativos para abrigar empresas. Em um deles está prevista a implantação de um modelo de coworking. Já no prédio onde ficava anteriormente a Incubadora Raiar, o objetivo é fazer uma ocupação que não esteja baseada estritamente no aluguel das salas. “A ideia é que as empresas passem a trabalhar por projetos e possam agregar parceiros ou operações virtuais”, comenta o diretor do Tecnopuc, Roberto Moschetta. Os prédios devem estar concluídos no final desse ano. Os sites de e-commerce cresceram, apareceram e, ao que parece, incorporaram os mesmos vícios das operações tradicionais.

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto