Porto Alegre, quarta-feira, 20 de agosto de 2014. Atualizado às 22h51.
Hoje é Dia do Maçom.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
26°C
14°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,2480 2,2500 0,39%
Turismo/SP 2,1300 2,3900 2,04%
Paralelo/SP 2,1300 2,3900 2,44%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
110745
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

CONFIANÇA 12/03/2012 - 12h32min

Confiança das famílias recua em fevereiro

O Índice de Expectativas das Famílias (IEF), medido mensalmente pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), passou de 69,0 pontos em janeiro para 67,2 pontos em fevereiro, o que representou uma queda de 1,8 ponto.

De acordo com o presidente do Ipea, Marcio Pochmann, em fevereiro ocorreu uma reacomodação no índice de expectativas das famílias, depois de uma alta entre novembro e janeiro. "Naquela época, houve o pacote de desoneração fiscal e as decisões de reduções das taxas de juros, que tornaram mais positivas as avaliações da tomada de crédito. Além disso, teve o anúncio de que o salário mínimo seria corrigido", explicou. "Isso tudo associado ao final de ano, em que os trabalhadores recebem o 13º salário, ajudou a melhorar as expectativas".

No entanto, houve resultados discrepantes regionalmente. A confiança aumentou nas regiões Sudeste e Norte, na passagem de janeiro para fevereiro, movimento contrário à média nacional. O ICF no Sudeste passou de 68,5 pontos para 68,8 pontos, enquanto no Norte saiu de 62,1 para 62,9 pontos. Houve recuo na confiança nas regiões Centro-Oeste (de 84,8 para 73,3 pontos), Nordeste (de 66,7 para 63,9 pontos) e Sul (de 71,0 para 66,6 pontos).

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto