Porto Alegre, sexta-feira, 01 de agosto de 2014. Atualizado às 10h46.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
20°C
27°C
18°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,2650 2,2670 0,35%
Turismo/SP 2,0900 2,4400 1,24%
Paralelo/SP 2,1000 2,4500 1,23%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
191206
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Conexão Política Adão Oliveira
adaooliveira@hotmail.com

Conexão Política

Coluna publicada em 18/09/2009

O impasse continua

A deputada Stela Farias, presidente da CPI da Corrupção/PT, reuniu nesta quinta-feira a Comissão - os governistas não compareceram - quando divulgou quatro novos áudios cedidos pela juíza da 3ª Vara da Justiça Federal de Santa Maria, Simone Barbisan Fortes. O material liberado faz parte da ação de improbidade administrativa contra a governadora Yeda Crusius (PSDB) e mais oito pessoas. Os áudios mostram que os envolvidos nos escândalos conversavam periodicamente, mesmo depois da deflagração da Operação Rodin, da Polícia Federal e da CPI do Detran. As peças, no entanto, não têm o mesmo impacto produzido pelas primeiras fitas liberadas à imprensa, pela presidente da CPI, Stela Farias. O impasse continua. A oposição continua liberando “diálogos comprometedores” e a situação insiste em não comparecer às reuniões.

Sem legitimidade

O líder do governo na Assembleia, Pedro Westphalen (PP), disse nesta quinta-feira que os deputados governistas não aceitam os métodos propostos pela presidente da CPI, deputada Stela Farias, do PT. Westphalen reitera que “a base aliada tem orientação jurídica de que, a maneira como a presidente Stela obteve esses documentos, sem passar pelo plenário, pode tornar algumas provas ilegítimas. E dessa maneira a base realmente não participa”.

Casa democrática

A Segurança da Assembleia Legislativa recebeu uma determinação para, sempre que houver manifestação pública por lá, proibir a entrada de todos os integrantes do movimento. Segundo o presidente da Casa, deputado petista Ivar Pavan, somente terá acesso ao prédio da Assembleia uma comissão representante dos manifestantes. A decisão foi tomada após a confusão ocorrida na quarta-feira, quando houve tentativa de invasão do gabinete do deputado Coffy Rodrigues (PSDB) e foram pintados o chão e paredes do Parlamento gaúcho. Para João Motta, superintendente da Assembleia, “se não organizarmos essas manifestações, não estabelecermos uma regra mais rigorosa, podemos ter estes fatos se repetindo na Assembleia”. É correta a decisão. A  Assembleia é uma casa plural e desarmada. Para lá convergem anseios e aspirações da sociedade gaúcha, mas sem desordem e depredação.

Lula aqui

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem nesta sexta-feira à Região Metropolitana de Porto Alegre para dar início às obras da BR-448, a chamada Rodovia do Parque. A cerimônia de lançamento acontece às 10h, na BR-116, em Sapucaia do Sul. Portanto, aqueles que pretendem transitar pela manhã, devem mudar de ideia e evitar o trecho porque não há rota alternativa. O evento terá participação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e dos ministros da Justiça, Tarso Genro, e dos Transportes, Alfredo Nascimento.

Vetos

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, vai sugerir que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vete dois tópicos da reforma eleitoral, aprovada quarta-feira pela Câmara dos Deputados. Segundo ele, as recomendações a Lula serão para vetar a impressão de votos e o voto em trânsito para o cargo de presidente da República.

COMENTÁRIOS
leylah Mattos - 18/09/2009 - 03h19
Como não teve tanto impacto Sr.Colunista?Nós continuamos tão chocados qto os primeiros áudios.Será q/para o povo gaúcho agora ter uma quadrilha roubando o povo no Piratini descaradamente tornou-se uma coisa normal e corriqueira?O fato é q/não nos restabelecemos ainda do choque dos primeiros áudios e continuamos tão estupefatos e indignados c/essa quadrilha configurada qto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto