Porto Alegre, terça-feira, 02 de setembro de 2014. Atualizado às 22h24.
Hoje é Dia do Repórter Fotográfico.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
14°C
24°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,2430 2,2450 0,26%
Turismo/SP 2,1100 2,3800 0%
Paralelo/SP 2,1200 2,3900 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
104120
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Infraestrutura Notícia da edição impressa de 17/03/2011

Recursos para duplicação da Protásio Alves podem ser cortados

MAURO SCHAEFER/ARQUIVO/JC/ARQUIVO/JC
irardi diz que redução de R$ 50 bilhões da União deve afetar destinação de verbas.
irardi diz que redução de R$ 50 bilhões da União deve afetar destinação de verbas.

No dia 6 de março completaram-se nove meses da apresentação do projeto de duplicação da avenida Protásio Alves, em Porto Alegre, e da Estrada Caminho do Meio, que passa por Viamão e Alvorada. De lá até agora, houve pouco progresso nas tratativas para que o plano saia do papel e se torne uma realidade.

No distante dia 11 de junho de 2010, a empresa Hidrosul apresentou o projeto das vias. O projeto, que prevê a duplicação de uma extensão de 9,7 quilômetros, com ciclovia, foi contratado através de parceria de diversos segmentos de empresários de Viamão.

"O projeto está pronto. Não temos como prever datas. Estou aqui na superintendência da Metroplan há quatro semanas. Sabemos que o secretário Luis Carlos Busato (Secretaria de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano) está trabalhando no tema", afirma o diretor-superintendente da Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan), Elir Domingo Girardi.

No projeto consta a duplicação da avenida Protásio Alves, passando pelo município de Alvorada, e chegando até a Parada 54 de Viamão. A estimativa é de que 100 mil pessoas seriam diretamente beneficiadas com as novas vias.

Por ser uma ação que envolve três municípios, a coordenação está a cargo da Metroplan. "Há uma diferença muito grande entre uma via simples e uma duplicada. O projeto ultrapassa a estrada Caminho do Meio e segue até a RS-040. Trará um conforto muito grande para as comunidades que utilizam a via. Além disso, representam mais segurança e melhor trafegabilidade."

A mobilização de empresários, políticos, entidades e as prefeituras de Alvorada, Porto Alegre e Viamão começou em agosto de 2009. Nesse mesmo ano, os deputados federais do Estado aprovaram a emenda ao orçamento da União de 2010 que destinava recursos federais para a obra. O dinheiro, porém, não veio e os trabalhos não iniciaram. No ano passado, a bancada gaúcha voltou a aprovar a emenda ao orçamento da União que destinaria os recursos, R$ 80 milhões, para a obra e a destinação das verbas passou a constar na lei.

A garantia do dinheiro, através de sua presença na lei do orçamento, entretanto, não existe. Com o anúncio do governo federal do corte de R$ 50 bilhões do que estava previsto no orçamento, o projeto corre o risco de ser um dos atingidos. "A informação que temos é de que esses recursos entraram no enxugamento do orçamento do governo federal. Em tese, eles estariam garantidos, mas agora estamos no aguardo", diz Girardi.

Conforme a assessoria da deputada federal Manuela d'Ávila (PCdoB), líder da bancada gaúcha na Câmara Federal, a bancada federal do Estado irá se reunir com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, para reverter a situação e manter a garantia da liberação do dinheiro. Se houver recursos, a expectativa é de que, quando forem liberados pelo governo federal, os processos licitatórios para a contratação da empresa que realizará a ação tenham início. O secretário Busato está em Brasília, onde irá tratar da questão.

COMENTÁRIOS
Luciano - 10/09/2011 - 09h50
Até agora só está na promessa a duplicação da Av. Protásio Alves e da Estrada Caminho do Meio em viamão. Quase um ano após a notícia que foi alardeada que seria feita a obra, absolutamente nada foi feito! Continuamos a conviver com a rtina de insegurança e imprudências, engarrafamentos, depreciação da região... Acredito que falte vontade política e sobre descaso com a região e sua população.


claudio -
23/01/2012 - 11h53
Onde andam os políticos e responsáveis por esse projeto, as construtoras vendem seus imóveis na garantia da duplicação. Além de pouco evoluir o processo da duplicação ainda nada se faz com a promessa das contrutoras sobre a falsa construção da obra. Apareçam autoridades, ou seja, para andar a duplicação ou proibir a venda de imóveis com essa falsa promessa da duplicação.


Corretor -
13/02/2012 - 09h43
Cláudio, as construtoras não prometem a duplicação da Protásio. Jamais poderiam fazer isso. Apenas mostram o projeto que foi aprovado, realizado por uma parceria entre empresas privadas da região, que também está cobrando do governo uma resposta rápida quanto à duplicação.


Paulo Gamboa -
17/05/2012 - 09h27
Sou morador da Protásio Alves, trecho entre Manoel Elias e Antonio de Carvalho. Pela manhã está inviável circular de carro pela Av Protásio. Onde estão as verbas? além do que, vão mexer nos corredores, trocando pavimento, algo que nem sei se é tão urgente assim. O mais urgente é a duplicação até Viamão. Pois, há milhares e milhares de unidades sendo vendidas não só no final da Protásio. Mas, na Manoel Elias. DUPLICAÇÃO JÁ!!! Será que teremos que prostesta e bloquear esta avenida numa manhã???


salvador engracio -
15/07/2012 - 21h09
será que o governo estadual e os governos municipais sabem da quantidade de casas que estão sendo construidas na avenida ? PRECISAM PROVIDENCIAS URGENTES OU ATÉ O FINAL DO ANO O TRANSITO VAI PARAR POR LÁ.


ANDERSON BOEIRA -
25/11/2012 - 09h47
O transito esta insuportável na Av Protásio Alves,essa duplicação tem que iniciar ontemm..mais alguns meses e vai parar totalmente essa avenida!


Marcos Rodrigues -
13/04/2013 - 23h11
O trecho entre a Saturnino de Brito e Estrada Caminho do Meio só sairá quando os mais de 100mil habitantes da região ameassar não votar nos atuais prefeitos das cidades da região e no Governador este é o poder do povo do qual os politicos mais temem, vamos nos mobilizar e colocar pressão neles.Temos poder de modificar esta indiferença coma população da região.Vamos convidar para os prefeitos e o Governador pegar um ônibus em horário de pico.


João Doerr -
26/06/2013 - 21h53
situação insustentável que se arrasta por 4 anos; temos que exigir dos governantes a duplicação já; morei na zona sul onde a juca batista foi duplicada e trouxe grande desenvolvimento. falta isto para a protásio

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Spencer destaca capacidade da Capital de responder a desastres
Capital se destaca por potencial para minimizar desastres
Cohen diz que as obras melhorarão a locomoção dos deficientes
Ruas da Capital recebem obras de acessibilidade
Construção será uma alternativa à ponte Getúlio Vargas
Fepam agiliza processo para início das obras da nova ponte do Guaíba
Dnit obtém titularidade de licença prévia da nova Ponte do Guaíba
Fepam autorizou nesta terça-feira a transferência do documento, que antes era da Concepa, para o órgão

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto