Porto Alegre, sexta-feira, 24 de outubro de 2014. Atualizado às 22h18.
Hoje é Dia das Nações Unidas - ONU.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
31°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,4560 2,4580 2,18%
Turismo/SP 2,3300 2,6500 1,11%
Paralelo/SP 2,3400 2,6600 1,11%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
308120
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
De Olho na tevê Carlos Pires de Miranda
carlos@piresdemiranda.com.br

De Olho na tevê

Coluna publicada em 02/06/2010

Pagar para ver

Então tudo passou. Fossati foi em frente, o Inter ganhou bem do time mais bagunçado que o Atlético-PR apresentou nos últimos anos, agora só falta definir o novo técnico. Só? Não é pouca coisa. A aposta no treinador uruguaio parecia uma grande sacada, que a própria direção colorada se encarregou de pouco a pouco enfraquecer e sepultar. Sonhar com Felipão ou Mano Menezes não passa disso mesmo – sonho. Abel sai caro demais, Falcão conhece muito o futebol, mas está comentarista há longos anos, distante de campos e vestiários. Por exclusão, Adilson seria o cara.

Agora é fácil

Se lembrasse, até faria justiça a quem se tivesse oposto à contratação de Jorge Fossati. Se o objetivo era a Libertadores, ali estava um especialista. O que foi mal nesse período? O Inter matou o perigoso Estudiantes e está nas semifinais da competição, enquanto potências como Corinthians e Flamengo só ficam olhando. O Brasileirão, esse nunca foi prioridade, segundo a direção do clube. Um zagueiro fez cocô no chão do vestiário? Outro foi irresponsavelmente expulso contra o Vasco? A torcida não engole Alecsandro? Bota o Fossati na rua, era tudo culpa dele.

Linchamento

Repórteres estão na deles ao perguntarem e Fossati agiu sempre como um lorde. Questionamentos provocativos, partindo de pressupostos agressivos, quase todos ele respondeu calmamente – aliás, como o educadíssimo Tite também fazia. Algum dia um técnico, encurralado frente a tantos profissionais sequiosos por arrancar dele algo bombástico, reage com a veemência que a situação exige e pronto – começa a contagem regressiva para derrubá-lo, como se esse fosse o papel da imprensa. É?

Pelas bordas

Brilhante não, longe disso, mas bem comportado. Assim vejo o Grêmio de Silas, campeão do Gauchão, eliminado por um time mais forte na Copa do Brasil, agora priorizando o Brasileiro e lentamente progredindo na tabela. Mais: revelando atletas promissores, parcimoniosamente escalados em um ou outro jogo, sem arriscar queimá-los. O jogo de amanhã é decisivo para confirmar um viés de ascensão. Mesmo no Olímpico, o Atlético-MG de Luxemburgo, Ricardinho e Diego Tardelli é um adversário temível. Mas precisa ser vencido e isso está ao alcance do Grêmio.

Lá vem ela

Para os torcedores, maldita. Para dirigentes, a salvação das finanças. É a escancarada janela do futebol europeu, por onde são sugados nossos jovens mais promissores e nos são devolvidos jogadores que não deram certo lá, ou que se aproximam do final da carreira. Olhem o (mau) exemplo do Corinthians. Ano passado foi campeão (invicto) do Paulistão e venceu a Copa do Brasil. Vendeu três titulares fundamentais e não ganhou mais nada. Este ano contratou um balaio de veteranos e algumas revelações, mas já se comenta que, para começar, venderá Elias, Jucilei e Dentinho. Amanhã joga como favorito contra o Inter.

COMENTÁRIOS
Caio Rocha - 02/06/2010 - 15h36
Vamos torcer para que o colorado contrate um bom técnico e encontre o caminho das vitórias. Um forte abraço - Caio Rocha

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
A luta só pela Libertadores
Embora a rodada de hoje seja uma grande ameaça, agora o Inter tem o ambiente que precisa para se aguentar mais um pouco no G-4
Um Brasil reabilitado
Há tempos não se via uma seleção japonesa tão ingênua como essa que levou merecidos 4 a 0 ontem
Altos e baixos
A surpreendente recuperação gremista empacou frente ao São Paulo, uma equipe forte, ainda que sem seu técnico Muricy
Obrigado, Grêmio
Após uma longa série invicta de jogos, oito deles sem tomar gol, os gremistas aplaudem entusiasticamente seu treinador

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto