Porto Alegre, segunda-feira, 22 de dezembro de 2014. Atualizado às 21h33.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
20°C
25°C
16°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,6550 2,6570 0,07%
Turismo/SP 2,4800 2,8100 0,70%
Paralelo/SP 2,4900 2,8200 0,70%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
200502
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
De Olho na tevê Carlos Pires de Miranda
carlos@piresdemiranda.com.br

De Olho na tevê

Coluna publicada em 02/06/2010

Pagar para ver

Então tudo passou. Fossati foi em frente, o Inter ganhou bem do time mais bagunçado que o Atlético-PR apresentou nos últimos anos, agora só falta definir o novo técnico. Só? Não é pouca coisa. A aposta no treinador uruguaio parecia uma grande sacada, que a própria direção colorada se encarregou de pouco a pouco enfraquecer e sepultar. Sonhar com Felipão ou Mano Menezes não passa disso mesmo – sonho. Abel sai caro demais, Falcão conhece muito o futebol, mas está comentarista há longos anos, distante de campos e vestiários. Por exclusão, Adilson seria o cara.

Agora é fácil

Se lembrasse, até faria justiça a quem se tivesse oposto à contratação de Jorge Fossati. Se o objetivo era a Libertadores, ali estava um especialista. O que foi mal nesse período? O Inter matou o perigoso Estudiantes e está nas semifinais da competição, enquanto potências como Corinthians e Flamengo só ficam olhando. O Brasileirão, esse nunca foi prioridade, segundo a direção do clube. Um zagueiro fez cocô no chão do vestiário? Outro foi irresponsavelmente expulso contra o Vasco? A torcida não engole Alecsandro? Bota o Fossati na rua, era tudo culpa dele.

Linchamento

Repórteres estão na deles ao perguntarem e Fossati agiu sempre como um lorde. Questionamentos provocativos, partindo de pressupostos agressivos, quase todos ele respondeu calmamente – aliás, como o educadíssimo Tite também fazia. Algum dia um técnico, encurralado frente a tantos profissionais sequiosos por arrancar dele algo bombástico, reage com a veemência que a situação exige e pronto – começa a contagem regressiva para derrubá-lo, como se esse fosse o papel da imprensa. É?

Pelas bordas

Brilhante não, longe disso, mas bem comportado. Assim vejo o Grêmio de Silas, campeão do Gauchão, eliminado por um time mais forte na Copa do Brasil, agora priorizando o Brasileiro e lentamente progredindo na tabela. Mais: revelando atletas promissores, parcimoniosamente escalados em um ou outro jogo, sem arriscar queimá-los. O jogo de amanhã é decisivo para confirmar um viés de ascensão. Mesmo no Olímpico, o Atlético-MG de Luxemburgo, Ricardinho e Diego Tardelli é um adversário temível. Mas precisa ser vencido e isso está ao alcance do Grêmio.

Lá vem ela

Para os torcedores, maldita. Para dirigentes, a salvação das finanças. É a escancarada janela do futebol europeu, por onde são sugados nossos jovens mais promissores e nos são devolvidos jogadores que não deram certo lá, ou que se aproximam do final da carreira. Olhem o (mau) exemplo do Corinthians. Ano passado foi campeão (invicto) do Paulistão e venceu a Copa do Brasil. Vendeu três titulares fundamentais e não ganhou mais nada. Este ano contratou um balaio de veteranos e algumas revelações, mas já se comenta que, para começar, venderá Elias, Jucilei e Dentinho. Amanhã joga como favorito contra o Inter.

COMENTÁRIOS
Caio Rocha - 02/06/2010 - 15h36
Vamos torcer para que o colorado contrate um bom técnico e encontre o caminho das vitórias. Um forte abraço - Caio Rocha

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
Jogadas desastradas
No momento em que escrevo a situação era a seguinte: como é do seu estilo, educadamente, Tite rejeitou o convite do Inter e em seguida assinou com o Corinthians
Um novo presidente
De negativo em 2014, houve as sumárias desclassificações nas copas do Brasil e Sul-Americana, para dois times da Série B
O futebol entra em férias
Foi um péssimo ano: fracasso na Copa, duas inesquecíveis goleadas sofridas pela seleção e dificuldades financeiras, que passaram a rondar os principais clubes brasileiros, creio que bastam
Decisão imperdível
Vivêssemos um pouco mais preocupados com nossos times e menos com os outros, poderia ser um Grenal

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto