Porto Alegre, quarta-feira, 18 de outubro de 2017.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
30°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,1670 3,1690 0,15%
Turismo/SP 3,1400 3,3200 0,60%
Paralelo/SP 3,1400 3,3200 0,60%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  | 
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
193521
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
193521
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
193521
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Contas Públicas 28/05/2010 - 21h04min

Ministério da Justiça teme corte no Orçamento

O Ministério da Justiça está preocupado que o corte de R$ 10 bilhões no Orçamento da União, que deverá ser anunciado na próxima segunda-feira (31), prejudique a execução de seus programas. O secretário executivo do Ministério da Justiça, Rafael Favetti, acredita que a medida poderá prejudicar os investimentos em segurança pública, especialmente no Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

O orçamento do ministério para 2010, excluídos os gastos com pessoal, é de 2.8 bilhões. Até agora, o governo já empenhou mais da metade desse valor (1.521 bilhões). O Pronasci tem 1.150 bilhões disponíveis para investimento, mas até o momento apenas 35,1% desse valor está comprometido, o que abriria espaço para cortes.

Em setores como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as reduções no orçamento seriam insignificantes. Isso porque mais de 90% de seus investimentos para 2010 já foram empenhados. A verba foi destinada à aquisição de veículos aéreos não tripulados, que ajudarão no monitoramento das fronteiras brasileiras, e à renovação da frota da PRF.

Favetti avalia que um corte do Pronasci provavelmente atingiria o Bolsa Formação. O incentivo de R$ 443 é pago a 170 mil agentes de segurança que participam de cursos de qualificação profissional. "O programa pode custar R$ 800 milhões aos cofres públicos em 2010 e o valor ainda não inclui os gastos com a Bolsa Copa e a Bolsa Olímpica."

Para Favetti, o impacto causado pela redução de verbas seria difícil de superar. "O ministério entende o aspecto econômico do corte, mas isso causará desaceleração de projetos que vinham dando certo, o que, por outro lado, demonstra o sucesso das políticas de segurança pública."

COMENTÁRIOS
CLAYTON LEAL - 30/05/2010 - 08h42
ISSO É INADIMISSIVEL TODOS OS POLICIAIS JÁ ESTÃO CONTANDO COM O BOLSA COPA E OLIMPICA, ESSE CORTE NÃO PODE ACONTECER, JÁ BASTA A MENTIROSA PEC 300

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Perdas com a Lei Kandir atingem R$ 34,6 bilhões
Valor acumulado em 19 anos equivale a dois terços da dívida gaúcha
Juros e desonerações aumentam necessidade de financiamento do governo central
A necessidade de financiamento do governo central - que engloba as esferas federal, estadual e municipal - aumentou entre 2010 e 2013
Oposição lança movimento contra CPMF
Os partidos anunciaram que tentarão fechar questão, em suas executivas nacionais, para impedir a aprovação de qualquer proposta que o governo envie prevendo a retomada da contribuição
Planalto sugere a governadores CPMF de 0,38%
Governo quer apoio de lideranças estaduais para aumentar alíquota e dividir arrecadação com estados e municípios

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e acessar
o arquivo do JC.


 
para folhear | modo texto