Porto Alegre, domingo, 24 de setembro de 2017.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
17°C
30°C
17°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,1270 3,1290 0,50%
Turismo/SP 3,1100 3,2700 0,30%
Paralelo/SP 3,1100 3,2700 0,30%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  | 
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
176034
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
176034
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
176034
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Bancos 22/09/2014 - 20h52min

Bndes passa Bradesco em ativos e é 4º maior banco

Folhapress

Com mais destaque nos últimos anos, o Bndes ultrapassou o Bradesco no segundo trimestre deste ano em ativos e está próximo de superar o concorrente privado no mercado de crédito.

Em junho deste ano, o banco federal de desenvolvimento se tornou o quarto maior banco do país em ativos, com R$ 803 bilhões, segundo levantamento do Banco Central com base nos balanços da instituição.

O banco está agora atrás de Banco do Brasil (R$ 1,3 trilhão), Itaú Unibanco (R$ 1 trilhão) e Caixa (R$ 963 bilhões).

A carteira de crédito do Bndes soma R$ 293 bilhões, 1% menor que a do Bradesco. Em março, essa diferença era de 4%. Nesse caso, a instituição está na quinta posição.

O banco estatal de desenvolvimento se tornou ainda a segunda instituição no crédito a empresas, superando o Itaú Unibanco nesse segmento, que é liderado pelo BB.

No total, os bancos públicos respondem por 51% do crédito à pessoa jurídica. Para manter essas instituições operando, o governo tem hoje o equivalente a 10% do PIB em recursos concedidos aos bancos federais. No fim de 2008, esses recursos correspondiam a 1,5% do PIB.

Eduardo Velho, economista-chefe da INVX Global Partners, avalia que o crédito do Bndes deve se desacelerar nos próximos anos. Principalmente diante da necessidade de subir a TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), hoje em 5% ao ano, para algo mais próximo da taxa básica (Selic), em 11% ao ano.

"Essa já seria uma maneira de ajudar na parte fiscal", afirmou, ao se referir ao custo que o governo tem ao bancar a diferença entre as taxas.

No primeiro semestre, o sistema financeiro nacional lucrou R$ 39,6 bilhões, segundo o BC. Desse total, 40% vêm de bancos estatais. No mesmo período de 2013, o lucro foi de R$ 36,3 bilhões.

A expansão do crédito nos sete primeiros meses do ano foi sustentada pelos bancos públicos. O saldo de financiamento das instituições estatais cresceu 8% em relação a dezembro de 2013. Nos bancos privados, avançou 0,8%.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Santander quer reforçar reserva de capital para cobrir potenciais perdas futuras
Banco número 2 da Europa em valor de mercado, o Santander disse que tem como meta um índice de capital de 11% até 2018
Bancos vão repassar aumento de CSLL e recorrer a crédito tributário
Assim que passar pelo aval de Dilma, o que é dado como certo pelo mercado, nova alíquota entra em vigor com efeito retroativo
Total de reclamações diminuiu, mas ainda assim manteve a Caixa no topo da lista
Caixa continua no topo da lista de reclamações contra bancos em agosto
Caixa solicita pagamento de taxa de serviços prestados a ministérios
De acordo com a Caixa, a cobrança na Justiça refere-se a valores relativos a tarifas por prestação de serviço

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e acessar
o arquivo do JC.


 
para folhear | modo texto