Porto Alegre, segunda-feira, 28 de julho de 2014. Atualizado às 17h13.
Hoje é Dia do Agricultor .
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
18°C
24°C
13°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,2210 2,2230 0,17%
Turismo/SP 2,0900 2,3900 2,13%
Paralelo/SP 2,1000 2,4000 2,56%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
194213
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Palavra do Leitor Roberto Brenol Andrade
opiniao@jornaldocomercio.com.br

Palavra do Leitor

Coluna publicada em 04/01/2010

Cachoeirinha

Nasci em Caxias do Sul, mas vivi quase toda minha vida em Cachoeirinha. Sempre me orgulhei de morar em Cachoeirinha. Inclusive, quando morei dois anos em São Paulo, fazia questão de dizer que era de Cachoeirinha (e não de Porto Alegre, como muitos falam, com medo de sua cidade não ser reconhecida). Hoje, porém, sinto-me envergonhado em ver os males de nossa cidade. A violência está assolando Cachoeirinha como nunca antes. Nosso bairro (Ponta Porã), que sempre foi tranquilo, lugar onde eu costumava caminhar na rua nas noites quentes de verão, hoje não tem segurança nem dentro das casas. Uma vizinha teve sua casa arrombada três vezes em apenas um mês. Tentaram roubar dois carros na minha rua em apenas uma semana e conseguiram roubar outro carro na semana seguinte. Quando solicitamos mais rondas policiais, fomos agraciados com a presença da patrulha às 17h. Que tipo de meliantes a polícia flagrará nessa hora? Somente os jovens voltando das escolas! Senhor prefeito, o senhor, que recebeu apoio da comunidade cachoeirense e em quem depositamos nossa confiança, por favor, olhe por nossa cidade! (Maurício Rafael, Cachoeirinha/RS)

Detran

Tendo em vista a nota Detran, publicada na coluna Palavra do leitor do dia 30/12/2009, a Corag, responsável pela impressão dos licenciamentos de veículos do Estado, esclarece que o documento da usuária Karenina Teixeira foi recebido para impressão no dia 29/11/2009 e foi entregue para envio pela empresa responsável no dia 04/12/2009. Salientamos que a informação repassada para a cidadã estava equivocada.
(Corag - Companhia Rio-grandense de Artes Gráficas)

Crea no Litoral Norte

Muitas pessoas do Litoral Norte sofreram com as tempestades e ventos violentos e perderam parte ou todas as suas casas. Como se não bastassem os preços dos materiais e telhas que subiram às alturas, agora, eu e outras pessoas - falo da praia de Magistério - tivemos que gastar para arrumar nossas casinhas que foram destruídas e pagar as multas para o Crea que está fiscalizando todas as obras desta praia. Em nenhum momento recebemos apoio da prefeitura e tampouco do pessoal do Crea que, a meu ver, não foi solidário em nos assessorar para consertar nossas casas e nem ajudou com materiais. Muitas pessoas, como eu, sofreram para comprar um terreno nestas praias e construir uma casa que foi levada pela força da natureza, nossa única moradia para descansar nos finais de semana. Isso é oportunismo com a desgraça alheia e gostaria muito de uma opinião do presidente desse conselho. (Guilhermo Duarte, praia do Magistério/RS)

Clubes

Onde estão os clubes de Porto Alegre? Fui criada indo a bailes memoráveis no União, no Petrópolis e na Sogipa, entre outros, como o Teresópolis. Mas há mais de uma década que eles foram minguando. Hoje, a juventude prefere as lojas de conveniência nos postos de gasolina. Nos bailes a gente flertava, namorava e muitos casamentos tiveram seu ponto inicial nos salões iluminados e com muita música para dançar. Outros tempos. Lindos. (Paula de Fátima Munhoz, Porto Alegre)

E-mails

Toda vez que eu acesso um banco através da internet, logo em seguida recebo e-mails falsos pedindo recadastramento, atualização ou essas outras mensagens que visam a fisgar as senhas das nossas contas. Será que não existem programas piratas que ficam monitorando os acessos aos bancos? (Júlia de Menezes, Novo Hamburgo/RS)

Menino

Essa avó que quer ficar com o neto esquece que ele tem pai? Em caso da morte de um deles, o direito de criar uma criança é do pai ou da mãe que ficou vivo. Ela não tem a sua neta, um bebê ainda para criar, que nasceu no parto em que a filha dela morreu? Deixe de expor o menino como ela e o padrasto (sempre eles ou as madrasta...) fizeram com o menino Sean. O pai tem todo o direito de ter o filho ao seu lado, não o padrasto ou a avó, salvo se fosse ele um criminoso, incapaz ou coisas do gênero. (Anamália Cardoso, Passo Fundo/RS)

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto