Porto Alegre, sexta-feira, 19 de dezembro de 2014. Atualizado às 19h33.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
30°C
30°C
23°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,6550 2,6570 0,07%
Turismo/SP 2,4800 2,8100 0,70%
Paralelo/SP 2,4900 2,8200 0,70%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
122405
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

GREVE Notícia da edição impressa de 31/01/2014

Greve dos Correios no Estado começa com baixa adesão

Em greve desde a 0h desta quinta-feira, os funcionários da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) se reuniram em frente a agências em Porto Alegre. No centro de triagem dos Correios, de onde sai a maioria dos caminhões com correspondência, foi montado um acampamento por alguns carteiros que impedem a saída dos veículos.

O secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos (Sintect-RS), Vítor Rittmann, afirmou que o piquete deverá permanecer por tempo indeterminado. Segundo o assessor de imprensa e porta-voz da ECT no Rio Grande do Sul, Darci Martins da Rosa, a empresa já ingressou com um pedido na Justiça para retirar os funcionários da frente da garagem dos caminhões. Apesar do bloqueio feito pelos carteiros, a ECT garantiu que os serviços não estão sendo prejudicados ainda.

A principal reinvindicação do Sintect-RS é a manutenção dos benefícios do plano de saúde da categoria, que foi modificado no último acordo coletivo, ocorrido em outubro de 2013. O sindicato, que tem 60% dos associados participando da greve, ainda exige a possibilidade de realizar as entregas somente pela manhã, devido ao forte calor da tarde.

Dos 8.600 empregados dos Correios, apenas 1.300 cruzaram os braços nesta quinta-feira, representando apenas 15% do todo, segundo o porta-voz da ECT. Em Santa Maria, onde há outro forte sindicato de carteiros, não houve paralisação. Segundo a empresa, a entidade do Interior mantém mensalmente um diálogo em mesas de negociações.

Em todo o Brasil, pelo menos 15 dos 35 sindicatos aderiram à greve. Os Correios ressaltaram que as agências e centros de distribuição domiciliar estão operando normalmente.

COMENTÁRIOS
alexandre costa - 01/02/2014 - 22h07
Eu trabalho nos Correios, sou carteiro e, infelizmente, a empresa mente descaradamente para a população.Como que as agencias e cdd`s estão normais se não há gente o suficiente para trabalhar? Certamente a empresa contratou "MOT" ( mão de obra terceirizada),gente que não dá o menor valor às correspondências, que faz um trabalho porco!

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Metalúrgicos da Embraer suspendem greve e sindicato vai pedir aumento na Justiça
O sindicato da categoria vai pedir na Justiça a concessão de aumento salarial de 10%
Superlotação de auditório fez com que votação fosse realizada por meio de urnas e cédulas
Bancários do Banrisul retomam trabalho hoje
Funcionários decidiram pelo encerramento da greve do Banrisul
Assembleia dos funcionários aprova fim da greve do Banrisul
Mesmo com assembleia adiada, houve acaloradas manifestações
Bancários do Banrisul divergem acerca de continuidade da greve

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto