Porto Alegre, terça-feira, 21 de outubro de 2014. Atualizado às 02h41.
Hoje é Dia do Contato Publicitário.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
26°C
14°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,4620 2,4640 1,35%
Turismo/SP 2,3300 2,6200 0,38%
Paralelo/SP 2,3400 2,6300 0,76%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
444020
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Mercado financeiro 16/12/2013 - 14h13min

Ações da Via Varejo estreiam em alta na Bovespa

Agência O Globo

As units da Via Varejo (ativo composto de duas ações preferenciais e uma ordinária) estrearam nesta manhã no pregão da Bolsa de Valores de São Paulo com ligeira alta. Os papéis VVAR11 e VVAR03 fecharam na sexta com preço de R$ 23. Na abertura do pregão desta segunda, as units já abriram a R$ 23,50 e dez minutos depois eram negociadas a R$ 23,59, com volume de mais mil transações nos primeiros 15 minutos.

A oferta pública de ações da Via Varejo, concluída na semana passa, R$ 2,845 bilhões. A oferta ficou 10% abaixo do preço mínimo. Se alcançasse o preço máximo sugerido, a operação movimentaria R$ 4,8 bilhões. Os preços de referência dos papéis ficavam entre R$ 26 e R$ 33. A expectativa inicial era de uma captação média de R$ 3,2 bilhões.

Dos R$ 2,8 bilhões, três quatros vão para a família Klein e o quarto restante vai para ao caixa do Grupo Pão de Açúcar. A operação é considerada o primeiro passo da família Klein, fundadora da Casas Bahia, para deixar o bloco de controle da Via Varejo. Antes da operação, os Klein detinham 47% da varejista, enquanto o Grupo Pão de Açúcar detinha 52,4%. Apenas 0,6% dos papéis da companhia estavam nas mãos de investidores minoritários no mercado. Com a oferta concluída na semana passada, a participação do Grupo Pão de Açúcar na empresa cai para 46,2% e a da família Klein para 28,2%. A companhia terá 25,6% das suas ações nas mãos de investidores minoritários.

Participaram do lançamento dos papéis da Via Varejo, o presidente da empresa, Francisco Valim; o presidente do Grupo Pão de Açúcar, Eneas Pestana; o representante do Casino no Brasil, Ronaldo Iabrudi, e o presidente do conselho de administração da Via Varejo, Michel Klein. Nenhum deles deu entrevistas sobre o negócio em respeito ao período de silêncio pela operação.

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Dólar cai diante do euro e da libra
Analistas preveem que o índice mostre uma alta de 1,7% em relação ao mesmo mês do ano passado
Ibovespa recua 2,55% à espera de pesquisas
Índice terminou o dia em baixa de 2,55%, aos 54.302,57 pontos
Cautela com quadro eleitoral impõe alta a juros futuros
A indefinição do cenário político traduziu-se num volume muito baixo de negócios nesta segunda-feira
Dólar sobe ante o real, descolado da tendência externa
A indefinição do cenário traduziu-se num volume muito baixo de negócios nesta segunda-feira

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto