Porto Alegre, sábado, 25 de abril de 2015. Atualizado às 22h17.
Hoje é Dia do Contabilista.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
18°C
27°C
17°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,9530 2,9550 0,87%
Turismo/SP 2,8600 3,1600 0,62%
Paralelo/SP 2,8600 3,1600 0,31%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
172154
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Petróleo 02/02/2013 - 15h36min

Mau tempo causa acidente em plataformas da Petrobras em Rio Grande

Uma plataforma da Petrobras chocou-se contra um navio plataforma na manhã deste sábado (2) em Rio Grande, no Rio Grande do Sul, informou a companhia petroleira. O incidente ocorreu nas imediações do canal do Porto de Rio Grande, devido ao mau tempo que atingiu a região.

Os ventos fortes romperam as amarras do navio plataforma P-58, em construção no canteiro Honório Bicalho. À deriva, a unidade seguiu em direção ao canal do Porto de Rio Grande. Ao mesmo tempo, algumas das amarras da plataforma P-63, também em construção no canteiro, romperam-se e a proa deslocou-se em direção ao canal, levando à colisão.

A companhia afirma que ninguém ficou ferido no acidente. Segundo a Petrobras, a P-63 já foi reposicionada no canteiro de construção, enquanto a P-58 é contida por rebocadores e será levada de volta ao cais ao longo do dia.

A Petrobras declarou que realizará uma inspeção nas plataformas para analisar a extensão dos danos causados pelo choque. A companhia informa que também constituiu uma comissão de investigação para apurar os fatos e determinar as correções necessárias.

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Balanço da Petrobras mostra superação de problemas de gestão ligados à Lava Jato, diz Dilma
Presidente disse que a estatal “vira uma página”, “acerta o seu passo” e “superou os seus problemas de gestão”
Apesar de prejuízo, Petrobras pagará R$ 856 milhões de PLR
O Acordo Coletivo de Trabalho prevê que a companhia pague um valor mínimo de participação nos lucros mesmo quando for registrado prejuízo
Petróleo Brent sobe com Oriente Médio, mas contrato da Nymex perde fôlego
O dólar mais fraco nesta manhã contribui para o avanço do Brent
Pezão pede ao Supremo que adie decisão sobre os royalties do petróleo
O Estado do Rio de Janeiro questiona no STF a Lei nº 12.734, em 2012, que mudou as regras de distribuição de royalties de petróleo

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto