Porto Alegre, terça-feira, 29 de julho de 2014. Atualizado às 23h07.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
12°C
23°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,2210 2,2230 0,17%
Turismo/SP 2,0900 2,3900 2,13%
Paralelo/SP 2,1000 2,4000 2,56%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
191180
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Petróleo 02/02/2013 - 15h36min

Mau tempo causa acidente em plataformas da Petrobras em Rio Grande

Uma plataforma da Petrobras chocou-se contra um navio plataforma na manhã deste sábado (2) em Rio Grande, no Rio Grande do Sul, informou a companhia petroleira. O incidente ocorreu nas imediações do canal do Porto de Rio Grande, devido ao mau tempo que atingiu a região.

Os ventos fortes romperam as amarras do navio plataforma P-58, em construção no canteiro Honório Bicalho. À deriva, a unidade seguiu em direção ao canal do Porto de Rio Grande. Ao mesmo tempo, algumas das amarras da plataforma P-63, também em construção no canteiro, romperam-se e a proa deslocou-se em direção ao canal, levando à colisão.

A companhia afirma que ninguém ficou ferido no acidente. Segundo a Petrobras, a P-63 já foi reposicionada no canteiro de construção, enquanto a P-58 é contida por rebocadores e será levada de volta ao cais ao longo do dia.

A Petrobras declarou que realizará uma inspeção nas plataformas para analisar a extensão dos danos causados pelo choque. A companhia informa que também constituiu uma comissão de investigação para apurar os fatos e determinar as correções necessárias.

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Irregularidades foram identificadas pela agência reguladora em outubro de 2013
ANP multa Petrobras em R$ 5,5 milhões por problemas em plataforma
De acordo com a ANP, não cabem novos recursos à decisão; multa foi aplicada após a identificação de irregularidades cometidas pela concessionária
Mauro Knijnik acredita que a Petrobras irá avalizar o acordo
Andrade Gutierrez e Iesa estão próximas de acordo
Construtora deve ser majoritária na parceria em planta de Charqueadas
Um terço do volume do pré-sal já foi descoberto
De acordo com o presidente da estatal, Oswaldo Pedrosa, o volume já contempla as áreas contratadas sob regime de partilha, cessão onerosa o e também por contratação direta
Modelo do pré-sal é armadilha para Petrobras, diz KPMG
As críticas partiram também do presidente da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), Eloi Rodriguez

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto