Porto Alegre, terça-feira, 30 de junho de 2015. Atualizado às 23h07.
Hoje é Dia do Economista.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
17°C
19°C
13°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,1170 3,1190 0,28%
Turismo/SP 2,9700 3,2900 0,60%
Paralelo/SP 2,9700 3,3100 0,30%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
203560
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Petróleo 02/02/2013 - 15h36min

Mau tempo causa acidente em plataformas da Petrobras em Rio Grande

Uma plataforma da Petrobras chocou-se contra um navio plataforma na manhã deste sábado (2) em Rio Grande, no Rio Grande do Sul, informou a companhia petroleira. O incidente ocorreu nas imediações do canal do Porto de Rio Grande, devido ao mau tempo que atingiu a região.

Os ventos fortes romperam as amarras do navio plataforma P-58, em construção no canteiro Honório Bicalho. À deriva, a unidade seguiu em direção ao canal do Porto de Rio Grande. Ao mesmo tempo, algumas das amarras da plataforma P-63, também em construção no canteiro, romperam-se e a proa deslocou-se em direção ao canal, levando à colisão.

A companhia afirma que ninguém ficou ferido no acidente. Segundo a Petrobras, a P-63 já foi reposicionada no canteiro de construção, enquanto a P-58 é contida por rebocadores e será levada de volta ao cais ao longo do dia.

A Petrobras declarou que realizará uma inspeção nas plataformas para analisar a extensão dos danos causados pelo choque. A companhia informa que também constituiu uma comissão de investigação para apurar os fatos e determinar as correções necessárias.

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Estoques de petróleo na Europa atingem maior nível em dois anos
As informações causam preocupação no mercado de petróleo, que ainda se recupera de um colapso histórico no ano passado
Medida inibe novas contratações, mas não altera a situação do polo naval
O corte de investimentos da Petrobras não surpreendeu os representantes de entidades ligadas à indústria naval do Rio Grande do Sul
Exploração e produção terão queda de 30% no período 2015/2016
Petrobras anuncia corte de 37% nos investimentos
Plano tem como objetivos a desalavancagem da companhia e a geração de valor para acionistas
Petrobras reduz plano de investimentos em 37%, para US$ 130,3 bilhões

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e acessar
o arquivo do JC.


 
para folhear | modo texto