Porto Alegre, quinta-feira, 23 de outubro de 2014. Atualizado às 23h41.
Hoje é Dia da Aviação e do Aviador.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
29°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 2,4780 2,4800 0,12%
Turismo/SP 2,3500 2,6700 1,13%
Paralelo/SP 2,3600 2,6700 0,75%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  |  ATENDIMENTO ONLINE
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
272136
Repita o código
neste campo
 
 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Conexão Política Adão Oliveira
adaooliveira@hotmail.com

Conexão Política

Coluna publicada em 16/10/2009

Zambiasi quer ser prefeito

"Eu tenho um sonho", disse o senador Sérgio Zambiasi (PTB), repetindo o pastor negro Martin Luther King, em 1963, quando dirigiu uma marcha pacífica do monumento a Washington até o Lincoln Memorial.

Essa declaração foi feita nesta quinta-feira ao programa Jornal Gente, apresentado por Ozires Marins, na Rádio Bandeirantes. Enquanto Martin Luther sonhava com a paz entre os homens, Zambiasi é bem menos pretensioso. O sonho, referido pelo ex-radialista, é o de ser prefeito de Porto Alegre, cidade que, segundo disse, "conhece como ninguém".

Zambiasi anda decepcionado com o Senado. "A Casa precisa passar por uma oxigenação, ser renovada, na maioria de seus membros", argumenta. Como prega esta renovação, Sérgio Zambiasi não vê outra saída senão, ao término de seu mandato, desistir de tentar a reeleição.

Ele pode ser candidato a deputado estadual pelo seu PTB ou, então, correr em direção ao seu sonho de ser prefeito de Porto Alegre. Muita coisa ainda pode acontecer na política gaúcha, mas o senador jamais deixará de perseguir o seu sonho.

Tuiteira

A governadora não está falando com a imprensa. Dizem que se sente injustiçada pelas críticas que vem recebendo. Agora, dona Yeda, resolveu se comunicar através de seu Twitter. Coisa parecida fazia o ex-governador do Rio de Janeiro César Maia (DEM) quando brigou com a imprensa. No último comunicado, a governadora fala de sua felicidade e de sua confiança na Justiça. Dona Yeda deixou de ser ré. Isso a alegra sobremaneira.

Energia elétrica

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ivar Pavan (PT), defendeu a necessidade de melhoria e ampliação da distribuição de energia elétrica para os pequenos agricultores, ao participar, nesta quinta-feira, do 6º Seminário Direitos & Deveres dos Consumidores de Energia Elétrica, na sede da Fiergs, em Porto Alegre.

Má qualidade

Para Pavan, a qualidade da energia que chega para os pequenos municípios do Interior está abaixo das necessidades dessas comunidades. "A demanda cresce 10% ao ano e as redes de energia estão defasadas." Segundo Pavan, a maior deficiência dos serviços está na região Centro-Sul. No Rio Grande do Sul, oito concessionárias e uma permissionária são responsáveis pela distribuição.

Intimidades

O ministro Franklin Martins, da Comunicação, é o único que chama Lula de você, dispensando o tratamento de senhor ou presidente. Na área empresarial, Eike Batista trata o chefe do governo de Lula e quando está ao lado dele, de você. Batista, recentemente, já o brindou com a expressão "presidente dos deuses".

Nas garras do Leão

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), pré-candidata à presidência, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, segundo o site da Receita Federal, têm pendências com o Leão. Também possuem pendências com a Receita os presidentes da Petrobaras, Sérgio Gabrielli, e do Bndes, Luciano Coutinho. Os demais pré-presidenciáveis - José Serra (PSDB), Ciro Gomes (PSB) e Marina Silva (PV) - estão em situação regular. A ex-senadora Heloisa Helena (P-Sol) ainda não regularizou sua situação: aguarda o resultado de um recurso apresentado à Receita Federal.


COMENTÁRIOS
Paulo A Gazzana - 16/10/2009 - 08h14
Tuiteira: A Governadora está coberta de razão em se indispor com a imprensa. Infelizmente, a imprensa sempre se preocupa com as manchetes do momento, para vender mais e alimentar preferência do povão por fofocas e intrigas. A imprensa deveria ser imparcial. As denúncias de corrupção deveriam ter tido o mesmo peso que as coisas boas que o governo fez (equilíbio orçamentário, mais investimentos, pagto. precatórios ...). A imprensa também é culpada pelo desgaste do governo, pois sua obrigação era mostrar ao público que a maior parte dos problemas do estado não são de responsabilidade desta gestão. A imprensa deveria ter mostrado que a oposição fez muito barulho, muita fofoca, mas não foi capaz de apresentar melhores alternativas (quando estava no poder culpou os neoliberais, os burgueses, o capitalismo). Deveria ter sido mostrado que nossos parlamentares (todos os partidos) foram covardes e irresponsáveis ao não votar projetos polêmicos como o novo regime previdenciário e de carreira do funcionalismo. Isso é um absurdo num estado onde o Legislativo cobra um custo muito alto para o trabalho que não faz. Um Judiciário cheio de mordomias enquanto professores e profissionais da saúde tem salários ridículos. Tudo isso, que é importante para a organização da sociedade, a imprensa mostra muito pouco. Nos últimos anos fomos presenteados com um festival de asneiras e brigas que não ajudaram nada o RS. Continuamos sem um diagnóstico dos reais problemas do estado. Ficou a impressão que a simples condenação da governadora resolveria todos os problemas. Ora, a governadora está no poder há apenas três anos e todos esses problemas já existiam antes, o executivo até resolveu alguns que a oposição não teve competência para fazer quando teve chance.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
Perda de um amigo e jornalista exemplar PTB versus PSB
O governador Tarso Genro (PT) teve baixas ao longo do seu governo. Dois partidos que integraram sua base aliada deixaram de apoiá-lo: PSB e PDT
O recado do “guardião”
Após longo impasse, comissões aprovaram relatório do senador Luiz Henrique sobre o projeto de lei que estabelece novo indexador para as dívidas dos estados com a União
Cristãos novos do PDT
Depois de 20 anos, o PDT volta a ter reais chances de vencer uma disputa majoritária estadual

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto