Porto Alegre, sábado, 24 de junho de 2017.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
25°C
25°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,3340 3,3360 0,09%
Turismo/SP 3,2600 3,4900 0,28%
Paralelo/SP 3,2600 3,4900 0,28%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  | 
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
194113
Repita o código
neste campo
 
 

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto
 
imprimir IMPRIMIR

Notícia da edição impressa de 19/09/2011

Tradição renovada

GABRIELA DI BELLA/JC
Evento promove resgate das raízes históricas do Rio Grande do Sul
Evento promove resgate das raízes históricas do Rio Grande do Sul

Motivo de festejos espalhados pelos mais de 269 mil quilômetros quadrados do território gaúcho, a Semana Farroupilha tem como seu principal palco de celebrações os 65 hectares do Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre. Um conjunto de três centenas de galpões erguidos em pleno Centro da Capital para 14 dias de atividades em reverência à identidade gaúcha e homenagens aos heróis da Guerra dos Farrapos.

Segundo a organização, cerca de 1 milhão de pessoas devem passar pelo parque até o dia 20 para visitar, ver amigos, comer churrasco, comprar artigos gaúchos, dançar nos bailes dos piquetes e assistir aos shows nativistas. É como se um em cada 10 gaúchos passassem pelo Parque em apenas duas semanas e também com se cada canto do Rio Grande tivesse uma embaixada no Parque da Harmonia.

A busca da vivência campeira em plena metrópole atrai entre 1 mil e 1,5 mil pessoas que permanecem no Harmonia a semana inteira, formando a “população fixa”, como chama Vinicius Brum, coordenador do Acampamento Farroupilha, evento que tem o cantor Telmo de Lima Freitas como patrono.

Ao todo, são 370 os piquetes instalados no parque. Os programas dos galpões incluem desde apresentações artísticas até palestras, oficinas, cursos e até exposições de artes plásticas, artesanatos e objetos antigos. Um mosaico cultural que ajuda a atrair um público heterogêneo ao Parque da Harmonia, de acordo com Brum. O resgate dos elementos formadores da identidade gaúcha é a marca da Semana Farroupilha 2011, dedicada ao tema Nossas Raízes.

Passam pelas ruas tradicionalistas engajados, amantes da cultura gaúcha não-vinculados a piquetes ou apenas curiosos. Todos buscando vivenciar mais de perto os elementos culturais ligados à história do Rio Grande do Sul. E todos dando levando a diversidade que faz o acampamento parecer uma cidade dentro de outra.

Isso porque, além dos piquetes, há uma estrutura de serviços, que tem como uma das principais atrações a praça da alimentação onde é possível comer churrasco, peixe assado, produtos coloniais e lanches como entrevero (sanduíche com carne de churrasco).

A estrutura comercial também se estende a um espaço dedicado a bancas que vendem artesanatos, pilchas e CDs de música regional, artigos de bazar e móveis rústicos. Também há feira do livro, caixas eletrônicos e um posto de saúde.

A oferta de serviços marca o crescimento do evento nascido em 1987. Em 1995, o Acampamento já tinha mais de 100 piquetes e, dez anos depois, o Parque já tinha superado a marca de 300 entidades participantes.Outra atração do parque é área conhecida como Fazendinha, que abriga uma pista para provas campeiras e um potreiro onde são deixados os cavalos dos integrantes dos piquetes. Os animais têm circulação restrita a essa parte do Parque da Harmonia, conforme as regras do Acampamento.

Drenagem beneficia visitantes

Uma das principais novidades do Acampamento Farroupilha é a obra de drenagem realizada em 25% da área do Parque. O projeto beneficiou a área central, onde ficam o galpão crioulo e a praça de alimentação, garantindo o escoamento da água da chuva.

Segundo o diretor da divisão de Obras e Projetos do Departamento de Esgotos Pluviais, Sérgio Zimmermann, foram investidos R$ 240 mil na construção de 25 pontos de captação de água, 425 metros de rede e um canal de 160 metros. “O pessoal reclamava porque as chuvas causavam alagamentos e grande desconforto para quem acampa e para os visitantes”, acrescenta o coordenador do Acampamento, Vinicius Brum.

O impacto ambiental também é preocupação da prefeitura. As secretarias municipais do Meio Ambiente (Smam) e de Cultura assinaram um termo de compromisso com o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) que prevê que cada piquete deve deixar a área como encontrou antes de iniciar a montagem de seu galpão.

Leia também:

Histórias campeiras

Fazenda no Parque

Cheuiche considera Revolução Farroupilha o início da história republicana do Brasil

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR