Porto Alegre, domingo, 20 de agosto de 2017.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
17°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,1450 3,1470 1,00%
Turismo/SP 3,1500 3,3100 0%
Paralelo/SP 3,1500 3,3100 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  | 
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
140077
Repita o código
neste campo
 
 
FEIRA DO LIVRO. De 26 de outubro a 11 de novembro em Porto Alegre.

MENU
Últimas notícias
JC na Feira do Livro
 
Troféu Cultura Econômica
Premiados
Comissão Julgadora
Fotos da Premiação
ARQUIVO
Hotsite Feira 2011
Hotsite Feira 2010
 
imprimir IMPRIMIR

04/11/2012 - 14h58min

Praça é tomada por livros gigantes

Deborah Cattani

Deborah Cattani/Especial/JC
Pessoas aproveitaram estruturas para tirar fotos
Pessoas aproveitaram estruturas para tirar fotos

Os passantes da 58ª Feira do Livro de Porto Alegre já devem ter notado que, em alguns pontos da praça da Alfândega, livros gigantes ilustram frases famosas de escritores gaúchos. As obras são de Moacyr Scliar, Caio Fernando Abreu e Raul Bopp, e a produção é do banco Banrisul.

“Achei bem legal, bem diferente. Difícil passar por aqui e não notar, não nos chamar a atenção, tanto o livro, quanto a mensagem”, conta João Raya, corretor de imóveis e escritor. Para ele, a ação é inusitada e serve de incentivo às novas gerações. Já o irmão de Raya, Valdo Raya, comerciante, não viu muita utilidade no projeto. “Eu não tenho muito que dizer. Li o texto e gostei, mas é só isso”, explica.

Os objetos estão instalados em vários locais e servem de cenário para belas fotos daqueles que visitam a Feira. A ideia surgiu no ano passado e as estruturas de dois metros foram elaboradas em parceria com a agência de publicidade Escala.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR