Porto Alegre, domingo, 20 de agosto de 2017.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
17°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,1450 3,1470 1,00%
Turismo/SP 3,1500 3,3100 0%
Paralelo/SP 3,1500 3,3100 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  | 
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
774395
Repita o código
neste campo
 
 
FEIRA DO LIVRO. De 26 de outubro a 11 de novembro em Porto Alegre.

MENU
Últimas notícias
JC na Feira do Livro
 
Troféu Cultura Econômica
Premiados
Comissão Julgadora
Fotos da Premiação
ARQUIVO
Hotsite Feira 2011
Hotsite Feira 2010
 
imprimir IMPRIMIR

27/10/2012 - 17h06min

Área infantojuvenil reúne brincadeiras e acessibilidade

Deborah Cattani

Marcos Nagelstein/JC
Pâmela e seus amigos aproveitam os jogos interativos
Pâmela e seus amigos aproveitam os jogos interativos

Na área infantojuvenil da 58ª Feira do Livro, as crianças encontram mais do que livros, há teatro, música, jogos e computadores. O espaço foi dividido de forma democrática, para que todos pudessem conhecer e participar de várias atividades.

Um exemplo é a sala com jogos de computador e videogame para crianças e adolescentes, O Gurizada.com, como é chamado. Com apoio da Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa), visa estimular a inclusão digital através da diversão. Sônia Rangel, monitora do espaço, afirma que a ação é educativa e pode ter continuidade na sala de aula, pois o site está disponível na rede.

Pâmela Guimarães dos Santos, de 8 anos, não conseguia sair da frente do jogo interativo, onde é preciso usar o corpo inteiro para mover objetos e personagens. “É legal, porque eu que faço a bola subir e descer”, disse timidamente. Sônia ressalta que essa iniciativa ajuda as crianças a se movimentar, além de desestimular o uso do papel: “aqui as crianças desenham no computador, tiram fotos jogando, evitamos o desperdício.”

Cultura ao alcance de todos

Esse ano, pela primeira vez há um serviço disponibilizado para deficientes visuais com audiodescrição de filmes e peças de teatro. Uma criação e adaptação da empresa Mil Palavras com apoio da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (Acergs), o projeto foi uma iniciativa da “vontade de trabalhar com acessibilidade”, conforme conta Gabriel Schmitt, sócio da empresa. 

Em paralelo, a empresa oferece minicontos de autores gaúchos, tanto infantis, como para adultos, em formato mp3. “Basta trazer o seu dispositivo, celular, ou mandamos na hora por e-mail”, explica Schmitt. Domingo (28), haverá uma sessão com audiodescrição, às 15h30, na sala de vídeo da Estação da Acessibilidade.

Já a Confraria das Letras, projeto de literatura e inclusão pela cultura, oferece livros em braile. Porém, a proposta não é convencional, a inclusão não é somente dos deficientes, mas também das outras pessoas com os deficientes.  Isabel Sant’Ana Oliveira, coordenadora, explica que é “importante estimular as crianças no convívio com pessoas diferentes”.

Realização da Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL), do Serviço de Ajudar Técnicas / Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas Portadoras de Deficiência e de Altas Habilidades no Rio Grande do Sul (SAT/Faders) e de algumas editoras, a iniciativa produziu 10 títulos em 2012 e distribuiu 20 de cada em escolas públicas, bibliotecas e associações.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR