Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Educação

Notícia da edição impressa de 16/05/2018. Alterada em 16/05 às 00h18min

Seduc apresenta resultados de avaliação do Ensino Integral

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) apresentou ontem o resultado da primeira avaliação realizada com 1.733 estudantes do 1º e 2º ano do Ensino Médio que fazem parte das 12 escolas contempladas no Programa de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Foram aplicadas 30 questões - 15 de Língua Portuguesa e 15 de Matemática -, com intenção de fazer uma primeira avaliação do nível dos alunos ingressantes.
Em julho, uma nova prova será aplicada, focando as dificuldades apresentadas no primeiro exame. Em setembro, por fim, será feita mais uma, cujo resultado deve avaliar a capacidade de aprendizagem dos estudantes.
A primeira prova mostrou que, no 1º ano, o aproveitamento dos estudantes em Língua Portuguesa foi de 57,2% e, em Matemática, de 43,5%. Já no 2º ano, o índice foi de 62,4% e 46,4%, respectivamente.
Conforme a coordenadora do Ensino em Tempo Integral da Seduc, Hilda Liana Diehl, uma das metas do programa é a progressiva diminuição das taxas de reprovação e abandono nas escolas contempladas. Para isso, serão feitas intervenções pedagógicas com acompanhamento direto até o final do ano. "Queremos identificar o que o aluno não sabe, onde estão as dificuldades, para que possamos diminuir o índice de reprovação. O 1º ano é a série com mais reprovações", explica Hilda. O desempenho foi analisado por item, aluno, série, matéria e coordenadoria.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia