Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 13 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 14/05/2018. Alterada em 13/05 às 17h59min

Paulo da praça

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
Veterano engraxate com espaço na Praça da Alfândega, ao lado da Caixa Econômica Federal, Paulo Lopes dá brilho nos sapatos do alto dos seus 74 anos. Tem freguesia cativa e cerca o seu cantinho com produtos necessários para seu mister, no capricho. E distribuiu até santinhos com seus telefones. Pode até deixar sapatos com ele para algum serviço mais elaborado. Quando alguém senta na cadeira do Paulo, sente-se em casa.

Por falar em engraxate...

...está é outra profissão que vê seu mercado de trabalho encolher. Para começar, a cultura do sapato sempre lustroso está indo para o balaio. Restam os mais antigos que ainda gostam do brilho. Além disso, tênis e sapatênis não exigem essa manutenção. Em termos.

Feia a coisa

Leitora que mora na Nicarágua escreve para contar que a tensão é ciclópica na Nicarágua. Ensaiam uma greve geral, tropas e milícias nas ruas, censura na internet, tudo como o diabo gosta. Por precaução, ela se mudou para a Costa Rica.

Palestra em leque

O PMDB-RS e o Movimento de Refundação do Iepes realizam hoje o ciclo de debates "O Brasil vale a pena", com a palestra "O Brasil que pode dar certo, sob a perspectiva liberal" do cientista político Marcelo Suano. O evento se inicia às 19h no Hotel Everest. Já palestraram Aldo Rebelo (socialista), o ex-ministro Nelson Jobim (visão mais de centro) e, agora, Marcelo Suano, que opinará sob ótica mais à direita.

Longa série

Da série "nada dá certo por aqui". Sobre a suspensão do pregão eletrônico para contratação de projetos executivos de arquitetura e engenharia para construção do Centro de Convenções de Porto Alegre, determinada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), a prefeitura de Porto Alegre esclarece: Deve ter um caveirão de burro no solo gaúcho.

O inferno dos números I

A humanidade, hoje, é uma sequência de números. Antes da massificação dos aplicativos uma pessoa comum tinha, em média, 23 senhas, distribuídas entre acesso a celular, bancos, clubes, internet etc. Hoje esse número já deve ter dobrado devido aos aplicativos. Caso a pessoa não as use amiúde, acaba por esquecê-las, então o remédio é guardá-las em um papel deixado em alguma gaveta.

O inferno dos números II

É muito comum que o usuário da senha esqueça onde deixou a "cola". Guardando no celular, há o risco de ser assaltado. Não é exagero dizer que boa parte das pessoas tem toda sua vida na agenda eletrônica. Para piorar, bancos e aplicativos trabalham, na mesma conta, com senhas de quatro, seis, oito ou mais dígitos, e deve usar quatro para entrar e depois seis ou oito para continuar. O inferno é aqui.

Sou do contra

O presidenciável e deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi um dos parlamentares que votou contra o cadastro positivo, ele e a esquerda em geral. Qual é a lógica de não querer juros mais baixos para o bom pagador? Enfim, esse é o Brasil novo, mas também não tão novo assim: se é bom, somos contra. Como já dizia o escritor Monteiro Lobato, no Brasil subtrai-se, somar, ninguém soma.

Miúdas

  • PARECE que vai, mas não vai: a Associação do Comércio do Mercado Público terá que apresentar novo PCCI. Êta nóis!
  • SEM grandes fatos novos, o Brasil vive uma mesmice nestes últimos dias.
  • NO caldeirão eleitoral a rotina só será quebrada quando algum nome novo anunciar que disputará a eleição ao Planalto.
  • A bem da verdade, a meses e anos até que respiramos, bebemos e comemos estilhaços da Lava Jato. É outra rotina.
  • HOUVE tempo em que ano eleitoral era sinônimo de alta do PIB. Mas não neste 2018, ao contrário.

Finais

  • RICARDO Breier, presidente da OAB-RS, será o palestrante da reunião-almoço do Iargs dia 17/Hotel Plaza São Rafael.
  • PASSAGEM dos 70 anos de criação do Estado de Israel terá homenagem da Câmara de Vereadores de Porto Alegre amanhã/17h.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia