Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

relações internacionais

Alterada em 12/04 às 22h46min

Pompeo evita polêmica e fala em ampliar esforços contra a Rússia

Mike Pompeo, indicado para ser secretário de Estado americano, se comprometeu nesta quinta-feira a parlamentares ampliar os esforços contra a Rússia "em todas as frentes que nós estivermos enfrentado".
"Eu não fico no banco de trás de ninguém", afirmou Pompeo, em audiência pública no Comissão de Relações Exteriores do Senado dos EUA, em referência às investigações sobre a Rússia.
Porém, o secretário indicado se esquivou quando perguntado se ele apoia as críticas duras do presidente Donald Trump à investigação federal sobre a suposta interferência de autoridades russas nas eleições de 2016.
A indicação de Pompeo enfrenta uma forte oposição de republicanos e muitos democratas, além de apoiadores do acordo nuclear com o Irã, ambientalistas e minorias.
A escolha de Trump também diminui as expectativas de um acordo inovador para acabar com o programa de armas nucleares da Coreia do Norte.
Pompeo, que é o atual diretor da CIA, disse a membros da Comissão do Senado que "ninguém tem ilusões de que chegaremos a um acordo abrangente durante a reunião do presidente com Kim Jong Un em maio ou início de junho". Fonte: Associated Press.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia