Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

estados unidos

Alterada em 12/04 às 22h21min

Comey, ex-diretor do FBI, classifica Trump como antiético e egocêntrico

O ex-diretor do FBI James Comey classificou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como "antiético" e "ausente da verdade" em um novo livro. Ele chama o governo do republicano como "egocêntrico e voltado a questões pessoais".
Os comentários de Comey vêm no novo livro em que ele interpreta Trump como uma figura parecida com a de uma máfia que tentou obscurecer a linha entre a polícia e a política.
Para ele, o presidente americano tentou pressioná-lo em relação à investigação sobre a interferência da Rússia nas eleições presidenciais.
O livro fornece um relato em primeira mão de vários momentos sob o escrutínio da equipe do conselheiro especial Robert Mueller, como a suposta interferência da Rússia.
O texto será publicado na próxima semana. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia