Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 15 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

educação

Alterada em 15/04 às 14h53min

Termina hoje prazo para solicitar isenção da inscrição no Enem 2018

Agência Brasil
Termina hoje (15), às 23h59 (horário de Brasília), o prazo para solicitar a isenção da taxa de inscrição da edição 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O benefício pode ser solicitado na página do Enem.
O resultado da solicitação será divulgado no dia 23 de abril, e os candidatos que tiverem o pedido negado terão até o dia 29 de abril para apresentar recurso da decisão. Quem teve isenção concedida no ano passado e faltou aos dois dias de prova terá que justificar a ausência para ter a gratuidade novamente.
O pedido de isenção, entretanto, não garante a inscrição no exame. Todos os interessados em fazer o Enem 2018, isentos ou não, também deverão fazer a inscrição entre os dias 7 e 18 de maio.
Quem tem direito à isenção:
  • Quem está cursando a última série do ensino médio neste ano em escola da rede pública - Quem cursou todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio - Quem declarar situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) - Quem fez o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) do ano passado, que tenha atingido a nota mínima
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia