Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 13/04/2018. Alterada em 12/04 às 21h36min

Fim de semana será de chuva e temperaturas mais baixas

Temperatura se aproximou dos 35 graus na Capital nesta quinta-feira

Temperatura se aproximou dos 35 graus na Capital nesta quinta-feira


CLAITON DORNELLES /JC
Depois de alguns dias de "veranico" no Rio Grande do Sul, com direito a temperaturas que ultrapassaram os 35 graus em algumas regiões, a segunda semana de abril se encerra com o declínio das temperaturas no Estado. Há, também, previsão de chuva para o final de semana.
Nesta sexta-feira, o calor deve diminuir, com os termômetros chegando a marcar 12 graus em algumas regiões, com máximas de 33. Além disso, deve chover em praticamente todo o território gaúcho. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 22 e 24 graus.
No sábado, o cenário chuvoso se mantém, com temperaturas variando entre 12 e 30 graus no Estado. Na Capital, a oscilação será menor, e as temperaturas variam entre 20 e 22 graus, sem trégua da precipitação. O cenário se repete no domingo, com os termômetros variando entre 11 e 28 graus no Estado e probabilidade de chuva, principalmente na Região Norte. Em Porto Alegre, as temperaturas variam entre 20 e 23 graus, mas não chove.
A quinta-feira foi de muito calor, com sensação de abafamento. Em Santa Maria fez 35 graus, a temperatura mais alta no Estado. A mais baixa, de 12,3 graus, foi sentida em São José dos Ausentes. Na Capital, os termômetros variaram entre 22 e 33,7 graus.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia