Cake Circle abre novo ponto no Iguatemi.
na foto: Patricia, proprietária Cake Circle mantém loja de rua e testa, agora, modelo quiosque para franquear, diz Patrícia Foto: CLAITON DORNELLES /JC

Confeitaria que monta torta na hora ao gosto do cliente abre no Iguatemi

A Cake Circle ficou conhecida por usar sistema de balcão similar a de operações como o Subway

Uma tortaria do Rio Grande do Sul que ficou conhecida por montar tortas na hora conforme o gosto do cliente abriu, há poucos dias, uma unidade no Shopping Iguatemi, em Porto Alegre. O negócio chama atenção por sua similaridade com processos de redes de fast food, como Subway, onde o cliente escolhe os recheios e vê o lanche ficando pronto, neste caso, em formato de naked cake.
A novidade servirá como entrada no setor de franquias. “A gente testou o modelo de negócio com a matriz. Começamos a montar um plano de expansão com uma consultoria especializada em formatação de franquias e estamos nos estruturando para franqueamento”, revela uma das sócias da Cake Circle, Patrícia Mesquita de Almeida.
Da abertura da loja matriz (na rua Cel. Feijó, nº 950, no bairro São João) para o ponto no shopping, passou cerca de um ano e dois meses. “É uma loja piloto do nosso projeto de franquia. Começamos a pesquisar se para fazer esse piloto da expansão iríamos para uma nova loja de rua ou para uma loja de shopping", detalha. O formato que se chegou é um quiosque.
CLAITON DORNELLES /JC
O investimento foi de cerca de R$ 120 mil para a abertura do novo ponto. Patrícia entende que a escolha do local se dá por diverso fatores, mas um dos principais motivos é a visibilidade que a marca terá. “O shopping é uma vitrine hoje. Temos um modelo conhecido na nossa loja de rua, mas ainda falta estar num ponto com maior fluxo de pessoas”, afirma.
Patrícia e seu sócio/marido, Tiago Hintz, querem usar a experiência no centro comercial para ver onde precisam melhorar. Tudo isso para que, no momento em que chegar o primeiro franqueado, se entregue um padrão de qualidade. E vem mais novidades por aí. “Temos o projeto de abrir para franqueamento agora no segundo semestre e ter cinco lojas na Região Sul até o final do ano”, relata a sócia.
Os dois tamanhos comercializados no quiosque são de 10 centímetros de diâmetro, que é o carro-chefe do negócio, custando entre R$22,00 e R$ 26,00, e de 15 centímetros, entre R$ 54,00 e R$ 60,00.
CLAITON DORNELLES /JC
>> Veja a primeira matéria com a marca aqui
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio