Marcelo e Mateus dizem que o anfitrião estipula o preço por 10 a 15 minutos de banho Marcelo e Mateus querem vários showerpoints espalhados pela cidade Foto: MARCELO G. RIBEIRO/JC

Pessoas poderão alugar seus chuveiros para ciclistas e ganhar dinheiro com app criado em Porto Alegre

Em desenvolvimento, solução se chama Go Shower

Quantas pessoas você conhece que gostam de se exercitar, mas que não incluem seus hábitos na rotina por conta da falta de praticidade? Você iria para o trabalho, reunião, evento, de bicicleta se tivesse como tomar um banho antes de chegar?
Essa é a proposta do Go Shower, app em desenvolvimento em Porto Alegre, que pretende unir pessoas dispostas a “alugar” seus chuveiros por um preço módico para ciclistas tomarem banho, em diferentes pontos da cidade. Além dos carros compartilhados (Uber) e das casas (Airbnb), chegou a vez dos chuveiros.
“Nosso propósito vai além do produto em si, mas em ajudar na cultura da mobilidade urbana, para que pessoas possam realmente pô-la em prática dentro da vida, ir ao trabalho, visitar alguém”, ilustra Mateus Wainstein, 31 anos, um dos fundadores da startup.
MARCELO G. RIBEIRO/JC
“Não sou eu que vou dizer para a pessoa quanto vale ela abrir a sua casa”, aponta o idealizador do Go Shower, Marcelo Barboza, 32. Na plataforma, o anfitrião estipula o preço que quer cobrar por 10 a 15 minutos de banho e informa as agendas de dias e horários disponíveis. Inicialmente, o ciclista prevê onde irá precisar do chuveiro e contrata mediante reserva.
A ideia é que, após o Mínimo Produto Viável (MVP) for testado, o funcionamento seja como nos aplicativos de carros: quando o usuário necessitar do serviço, abre o app e vê quem perto dele está disponível naquele exato momento. A empresa fica com 25% do valor cobrado.
No sábado, dia 14 de abril, acontece o primeiro evento de divulgação da marca, no Dale Bici Bar, popular entre ciclistas do Portinho, na avenida Venâncio Aires, nº 588, bairro Cidade Baixa.
O maior desafio da startup, segundo Marcelo, é colocar na cabeça das pessoas de que essa troca é perfeitamente possível, a exemplo dos apps em que se usufrui de bens sem possuí-los. Para tanto, as medidas de segurança seguem a mesma linha dos demais aplicativos: avaliações e fotos. Assim que estiver na rua cumprindo sua fase de testes, pode-se agregar mais condições.
O insight surgiu porque Marcelo é corredor e usuário de carro. Após fazer um MBA em Marketing e perceber o galope com que os negócios se transformam hoje em dia, pensou que não podia passar a vida só reclamando do trânsito. “Eu poderia muito bem fazer trajetos correndo”, explica ele. Não por acaso, os planos futuros do Go Shower englobam uma ramificação de necessidades que um chuveiro à disposição pode sanar, não somente para ciclistas. Além da dupla, a empresa tem outros três fundadores, Lucas Conceição, Samuel Souza e Nicolas Becker.
A fase de testes iniciará, estima-se, assim que a plataforma angariar cerca de 50 anfitriões, nos bairros Moinhos de Vento, Cidade Baixa, Centro, Centro Histórico, Bom Fim, Santana, Menino Deus, Rio Branco, Independência, Azenha e Auxiliadora. O site já está aberto para quem tiver interesse em participar.
“É uma proposta escalável. Para que no futuro haja diversos showerpoints na cidade”, alinhava Mateus.
MARCELO G. RIBEIRO/JC

Repercussão que traz resultados

A notícia acima foi veiculada no site do GeraçãoE (www.geracaoe.com) com exclusividade, no dia 13 de abril. A partir da novidade, outros veículos de comunicação repercutiram a história dos empreendedores, como o site da revista Veja e Rede Record. Como nossa conversa havia sido a primeira entrevista dos guris e o aplicativo está em desenvolvimento, vários pontos ainda estavam incipientes. Com a repercussão, em questão de dias, muitas informações progrediram. Uma delas foi o aporte de R$ 800 mil de aceleração captados após a exposição midiática. “Já tínhamos falado com alguns investidores. Quando explodiu na mídia, as conversas evoluíram. Gerou credibilidade”, conta Marcelo Barboza. Outro salto foi o interesse de 450 pessoas em usar a plataforma, num intervalo de três dias, e a previsão para julho para chegada em São Paulo.

Compartilhe
Comentários ( 8 )
  1. Gabriel

    Irado demais esse aplicativo. Que surjam mais ideias como essa para melhorar nossas vidas.

  2. Geovana

    Parabns pelo projeto. Uma tima alternativa para que tenhamos menos carros nas ruas e um trnsito catico. Sucesso.

  3. Edu

    A iniciativa é ótima. Mas para quem mora em casa, ou em condomínios com água individualizada. Em condomínios com rateio de água, quem pagar para o condomínio? Nestes condomínios, o dono do chuveiro ganha, os donos do aplicativo ganham. Os únicos que no ganham, pelo contrário, pagam pelo aumento do consumo de água, são os demais condôminos.

  4. Bruna

    Parabns pela iniciativa e trabalho realizado. Atitudes assim que fazem a diferena!!!

  5. Sergio

    Sensacional o projeto. E as redes sociais? Parabens.

  6. Mariana

    Parabns pela iniciativa dos meninos. Tudo para dar muito certo.

  7. Renato

    Excelente ideia. Parabens aos criadores da startup. Projetos desse tipo que faro nossa cidade melhor. Temos que divulgar e dar total apoio a essa ideia, pois nossa cidade precisa muito de uma melhor qualidade de vida e de menos carros na rua. Peço que divulguem as redes sociais da empresa. Obrigado!

  8. Camila

    Que bela iniciativa! este tipo de ideia, que propulsiona a economia colaborativa que nossa cidade precisa. Sucesso Go Shower

Publicidade
Mostre seu Negócio