Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 13 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

13/04/2018 - 17h40min. Alterada em 13/04 às 17h42min

Conmebol pagará R$ 477 milhões aos clubes nas competições de 2018

Prêmio para o campeão da Libertadores, vencida pelo Grêmio em 2017, saltou para R$ 20 milhões

Prêmio para o campeão da Libertadores, vencida pelo Grêmio em 2017, saltou para R$ 20 milhões


EITAN ABRAMOVICH/AFP/JC
Agência O Globo
A Conmebol pagará um total de US$ 141 milhões (R$ 477 milhões) em premiação aos clubes pela participação nas competições organizadas pela entidade em 2018. O valor completo foi divulgado pela entidade junto ao orçamento para a temporada atual, aprovado no Congresso desta quinta-feira (12), em Buenos Aires.
Só na atual edição Libertadores, serão distribuídos, ao todo, US$ 103,85 milhões (R$ 351,5 milhões). Na Sul-Americana, o montante a ser fatiado é de US$ 36,1 milhões (R$ 122,2 milhões).
Em números gerais, houve crescimento da premiação de 2017 para 2018, mas ele não foi substancial: uma diferença aproximada de US$ 5,6 milhões (R$ 19 milhões). O motivo é que os contratos dos direitos comerciais da Conmebol, especialmente o de TV, não sofreram reajuste significativo.
Na Libertadores, pelo menos, a Conmebol - entre outros ajustes finos - dobrou o prêmio pago na vitória na final: o salto foi de US$ 3 milhões (cerca de R$ 10 milhões) para US$ 6 milhões (R$ 20 milhões).
A Recopa Sul-Americana, por outro lado, já vencida pelo Grêmio na decisão contra o Independiente, não sofreu reajuste. Foi dividido US$ 1,1 milhão em prêmios (R$ 3,7 milhões), sendo US$ 700 mil para o campeão (R$ 2,3 milhões).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia