Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Notícia da edição impressa de 13/04/2018. Alterada em 12/04 às 20h36min

Conotel discutirá os gargalos e desafios do setor hoteleiro

Hotelaria está sofrendo com a concorrência desleal, afirmou Linhares

Hotelaria está sofrendo com a concorrência desleal, afirmou Linhares


/FREDY VIEIRA/JC
Adriana Lampert
O presidente da Associação Brasileira da Industria de Hotéis (ABIH), Manoel Cardoso Linhares, esteve em Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira, para lançar oficialmente o Congresso Nacional de Hotéis (Conotel) 2018, que acontece de 16 a 18 de maio, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza (CE).
Direcionado a empreendedores, empresários, dirigentes e profissionais de hotelaria de todo o território nacional e Mercosul, e aberto a acadêmicos, jornalistas e outros interessados, o Conotel deverá reunir em torno de 4 mil participantes, para debater sobre gargalos e desafios para o setor. Sob a temática A Retomada do Crescimento Hoteleiro, a discussão irá ocorrer através de palestras técnicas com profissionais renomados internacionalmente e workshops, que apresentarão as novidades e tendências para o mercado brasileiro.
Em paralelo, ocorre a estreia regional da Equipotel, principal feira de soluções e equipamentos para as empresas da cadeia da hospitalidade e serviços alimentares. O evento contará com a exibição de 40 expositores de todos os segmentos do mercado, apresentando as novidades em máquinas de lavar, softwares de recepção, computadores, entre outros maquinários. "A hotelaria brasileira está sofrendo muito com a concorrência desigual e com problemas na área da economia como um todo", destacou o dirigente. Um dos problemas é a presença do Airbnb, que se mantém funcionando sem pagar impostos.
"Os hotéis são um modelo de negócio que paga impostos, e essas imobiliárias virtuais fazem a competição direta, principalmente com os pequenos", diz o diretor financeiro da ABIH-RS, Abdon Barreto Filho. Para ele, são "necessárias fiscalização e regulamentação desses aplicativos, uma vez que, ao emitir uma nota fiscal, os hotéis arcam com 8,65% de impostos".
O presidente da ABIH-RS e vice-diretor de Operações da ABIH Nacional, José Reinaldo Ritter, acrescenta que o setor vem sofrendo com a cobrança de direitos autorais no uso de televisão e rádio, e com a falta de segurança pública nos destinos. "Tudo isso será pauta no Congresso. E, em breve, iremos apresentar aos candidatos à presidência da República uma lista de reivindicações do setor", adianta.
Segundo Linhares, o País tem muito que crescer neste segmento da economia. "Precisamos fazer o brasileiro visitar mais os destinos nacionais, e também atrair mais estrangeiros, pois apenas 5 milhões de turistas internacionais desembarcam no País a cada ano", destacou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia