Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 15 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 16/04/2018. Alterada em 13/04 às 17h19min

Bailarina gaúcha participa de projeto artístico em São Paulo

Marilice Bastos foi selecionada por resgatar a história da dança moderna de Martha Graham

Marilice Bastos foi selecionada por resgatar a história da dança moderna de Martha Graham


CINTIA BRACHT/DIVULGAÇÃO/JC
A bailarina e coreógrafa gaúcha Marilice Bastos participa do projeto Cartografias do possível, em São Paulo, na quarta e na quinta-feira. A artista foi selecionada por resgatar a história da dança moderna de Martha Graham.
A previsão é que o programa ocorra em três etapas: lançamento da videodança À dor nacion, com participação dos músicos Paulo Dionísio, Gustavo Herscovitz, Cristhyan C. Nunoz e Gutcha Ramil; performance de Marilice, que aborda a dança moderna de Martha Graham em um diálogo com o corpo contemporâneo; e bate-papo com a bailarina, baseado no artigo Impressões da dança de Martha Graham em Porto Alegre - um relato de experiência.
As atividades acontecem a partir das 19h, com entrada franca, no Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo (Baixos do Viaduto do Chá, s/nº).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia