Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

artes cênicas

Notícia da edição impressa de 13/04/2018. Alterada em 12/04 às 17h14min

Ói Nóis Aqui Traveiz volta a apresentar Medeia Vozes na Terreira da Tribo

Espetáculo multipremiado encena uma versão antiga e desconhecida do mito de Medeia

Espetáculo multipremiado encena uma versão antiga e desconhecida do mito de Medeia


PEDRO ISAIAS LUCAS/DIVULGAÇÃO/JC
Multipremiado espetáculo da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, Medeia Vozes realiza mais seis apresentações (dias 13, 14, 20, 21, 27 e 28 de abril), às 19h30min, na Terreira da Tribo (rua Santos Dumont, 1.186). Os ingressos custam R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia-entrada).
Medeia Vozes encena uma versão antiga e desconhecida do mito, trazendo uma mulher que não cometeu nenhum dos crimes de que Eurípides a acusa. O mito é questionado e reelaborado de maneira original, para analisar as ordens de poder e como estas se mantêm ou se destroem.
Medeia é uma mulher que enxerga seu tempo e sua sociedade como são. As forças que estão no poder manifestam-se contra ela, chegando mesmo à perseguição e banimento - ela é um bode expiatório numa sociedade de vítimas. A montagem venceu em oito categorias do Açorianos (melhor espetáculo, atriz para Tânia Farias, cenografia, iluminação, trilha para Johann Alex de Souza, dramaturgia, produção e direção).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia