Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de abril de 2018.

Jornal do Comércio


Alterada em 12/04 às 18h19min
COMENTAR | CORRIGIR

Separador ótico de produtos


Uma máquina com separador ótico de tecnologia alemã, da empresa Tomra, é uma das atrações da Fiema Brasil, que acontece nesta semana, em Bento Gonçalves. O equipamento possui sensores que identificam os resíduos pelo seu espectro, uma espécie de assinatura que todos os produtos possuem. No painel, o operador digita o que deseja separar, como copinhos, caixinhas de leite ou garrafas; o sistema faz a leitura e joga para a esteira recicladora apenas os selecionados.
A Reciclacity, player de Flores da Cunha que atua com administração de resíduos, é a representante da Tomra no Sul do Brasil. Todo resíduo sólido urbano de Nova Iorque (EUA), cerca de 100 toneladas por hora, é separado por uma máquina como essa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Patricia Knebel

Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.