Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Reforma da Previdência

Alterada em 07/02 às 15h49min

Partidos da oposição articulam estratégia para barrar reforma da Previdência

Andre Figueiredo (PDT-CE) disse que oposição vai usar todos os mecanismos para impedir votação

Andre Figueiredo (PDT-CE) disse que oposição vai usar todos os mecanismos para impedir votação


Antonio Cruz/ Agência Brasil/JC
Agência O Globo
Líderes do PT, PDT, PCdoB, PSOL e PSB, partidos que fazem oposição ao governo do presidente Michel Temer (PMDB), se reuniram nesta quarta-feira (7) para definir uma estratégia conjunta contra a reforma da Previdência.
A ideia, segundo o líder do PDT, deputado Andre Figueiredo (CE), é atrair para o grupo parlamentares da base do governo que estão contra a proposta. Ele desafiou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), a pautar a matéria para deixar claro quantos votos de fato o Planalto tem. "Queremos ver se o governo tem coragem de pautar até mesmo para mostrar se tem votos ou não", disse Figueiredo.
Segundo o deputado, os partidos oposicionistas vão atuar em bloco e usar todos os mecanismos regimentais para impedir a votação da matéria - marcada para começar no dia 19. Ele admitiu, no entanto, que a reforma é necessária, que a oposição aceita discutir mudanças no regime de aposentadoria, mas não no governo do presidente Michel Temer.
"A reforma é importante, mas não a proposta que está colocada por esse governo", observou o parlamentar.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia