Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Carnaval

Alterada em 13/02 às 22h48min

Terça de Carnaval foi das crianças e dos agitos na Cidade Baixa

Crianças brincaram com confetes e serpentinas junto aos adultos no embalo da Rua do Perdão

Crianças brincaram com confetes e serpentinas junto aos adultos no embalo da Rua do Perdão


fotos MARCELO G. RIBEIRO/JC
A animação seguiu levando foliões fantasiados para o coração do bairro Cidade Baixa nesta terça-feira (13) de Carnaval, com um clima mais agradável em Porto Alegre. Nessa terça, o calendário oficial dos festejos de rua era dos pequenos, que brincaram com confetes e serpentinas em meio aos adultos.
Durante a tarde, o tradicional bloco Rua do Perdão promoveu o agito infantil na Rua da República (entre a João Alfredo e a José do Patrocínio). Também embalado pelas clássicas marchinhas, o Deixa Falar ditou o ritmo do outro lado da via, próximo à Lima e Silva.
E a festa promete ser ainda mais forte no próximo sábado, com o famoso "Enterro dos Ossos". No dia 17 de fevereiro, das 15h às 21h, o Amigos do Porto estreia no bairro, com participação da artista carioca Sandra de Sá. A concentração será na Travessa Comendador Batista (entre as ruas Sarmento Leite e República), e o desfile seguirá em direção ao Largo Zumbi dos Palmares.
Na mesma data e horário, o bloco Puxa que é Peruca apresenta como atração nacional Inês Brasil na República (entre Sofia Veloso e Lima e Silva). E a opção familiar será o Bloco Areal do Futuro, na Praça Garibaldi, às 14h. Nascido no berço do samba de Porto Alegre, o projeto reúne cerca de 70 crianças e jovens da comunidade divididos em ritmistas, passistas, porta-estandarte e porta-bandeira. Na área do viaduto João Pessoa, também rolou a festa no Brooklyn, como tem sido chamado o ponto de festas sob o viaduto.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia