Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 10 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

10/02/2018 - 11h53min. Alterada em 10/02 às 14h57min

CEEE espera normalizar energia até a madrugada deste domingo em Porto Alegre

Parte do telhado do Colégio Rosário foi derrubada pelo forte temporal e ventos

Parte do telhado do Colégio Rosário foi derrubada pelo forte temporal e ventos


MARIANA CARLESSO/JC
Atualização às 13h de 10/02/3018
Após o temporal de sexta-feira (9), Porto Alegre tem ainda 8 mil clientes sem luz, informou a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), que atualiza a situação de desabastecimento pelo seu Twitter. Segundo a concessionária, o problema afeta diversos bairros das zonas Norte e Sul. No auge do temporal, chegou a ter 175 mil clientes sem energia na Região Metropolitana e no Litoral Norte.
A empresa espera normalizar o fornecimento até a madrugada de domingo (11). O Instabilidade que trouxe chuva na madrugada para Porto Alegre se afastou pro oceano e a Capital terá um dia com sol, forte calor e muito abafamento. Repete-se, então, o ciclo do calor intenso formar nuvens carregadas com risco de chuva forte e/ou temporal da tarde pra noite.
Porto Alegre registrou vento com rajadas de 80km/h. No temporal, choveu 20,6 milímetros no Centro da Capital. Por volta de meia-noite, 30 mil clientes estavam sem energia, maior número está na região norte de Porto Alegre.
Foram registrados mais de 40 casos de árvores ou galhos derrubados pela força do vento, além de muros e fachadas que desabaram, além de bloqueio total ou parcial de 27 ruas. O evento foi comparada à supertempestade de 29 de janeiro de 2016. 
Uma parte do telhado do prédio principal do Colégio Nossa Senhora do Rosário, uma das maiores escolas particulares de Porto Alegre, caiu durante o forte temporal.
O Ceic/Metroclima informou que modelos globais indicam chance de chuva ainda neste sábado, mas outros sistemas de previsão apontam chuva só para este domingo (11). No Litoral Norte, a chuva chegou por volta das 14h30min, em Torres. Neste domingo, a chuva "é uma altíssima probabilidade porque será efeito de frente fria e a instabilidade será generalizada", diz o Ceic.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia