Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 12/02 às 19h48min

Dólar recua ante rivais em dia de avanço das bolsas nos Estados Unidos

O dólar fechou em queda na comparação com seus principais rivais nesta segunda-feira (12), com os investidores sendo atraídos pelos mercados de ações, que ensaiaram uma recuperação após duas semanas de duras perdas em Nova Yorque.
No fim da tarde, o dólar recuava para 108,60 ienes, de 108,80 ienes no fim da tarde de sexta-feira; o euro subia para US$ 1,2290, de US$ 1,2243; e a libra avançava para US$ 1,3831, de US$ 1,3827.
O mercado de ações dos Estados Unidos fechou em alta consistente, após cair cerca de 6% na semana passada.
A forte volatilidade das bolsas e preocupações sobre uma aceleração no ritmo de aperto monetário nos EUA, diante de sinais de pressões inflacionárias, desencadearam duas semanas de turbulência, empurrando os investidores para o dólar. Neste mês, a divisa já subiu cerca de 1% na comparação com uma cesta de outras divisas.
Apesar das perdas desta segunda, alguns investidores acreditam que a moeda americana vai continuar a se beneficiar das oscilações do mercado nos próximos dias.
"Os bons e velhos dias de baixa volatilidade e dinheiro fácil estão chegando ao fim", disseram analistas da TD Securities, em uma nota a clientes. "Esperamos que o dólar siga avançando na semana."
Na Chicago Mercantile Exchange (CME), o contrato da bitcoin para fevereiro fechou em alta de 2,90%, a US$ 8.860,00.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia