Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 12/02/2018. Alterada em 11/02 às 21h53min

Ibovespa cai 3,74% na semana, e dólar atinge R$ 3,2954

O Ibovespa espelhou a volatilidade dos mercados acionários em Nova Iorque e oscilou em grande parte do dia sob a influência das cotações dos contratos futuros de petróleo. Na sexta-feira, dia 9, fechou em queda de 0,78%, aos 80.898,69 pontos. O giro financeiro foi de R$ 12,35 bilhões. Na semana, as perdas chegam a 3,74%, mas ainda há ganhos de 6,39% em 2018.
Os papéis ON e PN da petroleira brasileira fecharam o dia com recuo de 1,28% e 1,47%, respectivamente.
De acordo com a B3, os investidores não residentes retiraram R$ 608,10 milhões no pregão da última quarta-feira, dia 7. Com o resultado, em fevereiro, o fluxo estrangeiro está negativo em R$ 2,535 bilhões. Mas o saldo acumulado em 2018 está positivo em R$ 7,013 bilhões.
A volatilidade global fez o dólar atingir o maior valor do ano ante o real na sexta-feira, ao fechar a sessão na casa dos R$ 3,29. Além do fortalecimento da moeda norte-americana no exterior, o tombo nos preços do petróleo pesou sobre o câmbio doméstico.
Outro fator que gerou cautela foi o fato de que, por causa do feriado de Carnaval, o mercado local ficará fechado até o início da tarde da quarta-feira de Cinzas, enquanto os negócios continuarão normalmente no resto do mundo. Com isso, muitos investidores preferiram comprar dólares.
O dólar à vista fechou em alta de 0,48%, a R$ 3,2954. É o maior nível desde 28 de dezembro, último pregão de 2017, quando terminou cotado a R$ 3,3155. O giro foi de US$ 1,232 bilhão. Na semana, a moeda norte-americana acumulou valorização de 2,46%.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia