Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Indústria

Alterada em 09/02 às 19h49min

Alpargatas tem lucro de R$ 45,1 milhões no 4º trimestre, queda de 56%

A fabricante de calçados Alpargatas reportou lucro líquido de R$ 45,1 milhões no quarto trimestre de 2017, recuo de 56% na comparação com o mesmo período do ano anterior. No ano, o lucro da companhia alcançou R$ 350,5 milhões, montante 2,2% menor que o de 2016.
O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Alpargatas recuou 61,1% no quarto trimestre ante igual período de 2016. A companhia registrou Ebitda de R$ 56,7 milhões entre outubro e dezembro. No ano, o Ebitda soma R$ 486,2 milhões, queda de 15,6%.
Já a receita líquida da Alpargatas nos três meses finais de 2017 cresceu 3,5% na comparação anual, chegando a R$ 1,103 bilhão. Em doze meses, a receita acumulou R$ 3,721 bilhões, recuo de 8,2% ante 2016.
Os resultados da Alpargatas foram afetados no trimestre por uma despesa não recorrente de R$ 125,5 milhões. A companhia registrou um impairment de parte do ágio oriundo da aquisição da grife Osklen.
A Alpargatas informou que o impairment foi feito para "refletir a nova expectativa de ganhos futuros da empresa". O montante equivale a cerca de 40% do valor contábil da Osklen registrado na Alpargatas.
Sem considerar o efeito dos itens não recorrentes, o Ebitda da Alpargatas no quarto trimestre teria sido de R$ 195,6 milhões, crescimento de 16,9% na comparação com igual período de 2016.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia