Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Agronegócios

Alterada em 07/02 às 09h25min

Justiça libera exportações de animais vivos

 Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal contesta a prática

Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal contesta a prática


MARCELO G. RIBEIRO/JC
Atendendo a pedido do governo federal, o Tribunal Regional Federal da 3.ª Região liberou a exportação de animais vivos em todo o País.
A decisão é válida até o julgamento do mérito de uma ação movida pelo Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, que contesta a prática.O debate sobre a venda de animais vivos ganhou destaque depois que uma decisão do juiz federal Djalma Moreira Gomes, da 25.ª Vara Federal de São Paulo, ter definido a proibição das exportações de gado vivo a partir do Brasil.
Por causa dessa decisão, divulgada na última sexta-feira (2), um navio com 25 mil bois embarcados, com destino à Turquia, ficou impedido de seguir viagem. A liminar acabou derrubada no sábado (3), e o navio - que abrigava animais de propriedade da Minerva Foods - pôde seguir viagem em seguida.
O governo federal se posicionou contra a medida, uma vez que a exportação de animais vivos é uma atividade que ocorre há anos, tendo amparo da legislação brasileira, com regras definidas pelo Ministério de Agricultura.
Foi esse entendimento que norteou a sentença proferida na segunda-feira pelo Tribunal da 3.ª Região.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia