Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio


Alterada em 11/02 às 20h19min
COMENTAR | CORRIGIR

StartSe aterrissa na China

Marcelo Maisonnave, Ricardo Geromel, Pedro Englert e Eduardo Glitz pisam na China

Marcelo Maisonnave, Ricardo Geromel, Pedro Englert e Eduardo Glitz pisam na China


STARTSE/DIVULGAÇÃO/JC

A StartSe, um dos principais ecossistemas de inovação do Brasil, está abrindo um escritório na China. A cidade escolhida foi Xangai, considerada a mais cosmopolita e que, portanto, oferece menos barreiras culturais.
Além disso, há um rápido crescimento nos projetos de inovação locais. "Em 2016, a cidade contava com 60 coworkings e aceleradoras, número que passou para 500 neste ano", conta Eduardo Glitz, um dos sócios da StartSe. Esse escritório é um dos resultados práticos da recente viagem que ele e os outros três sócios da empresa (Pedro Englert, Ricardo Geromel e Marcelo Maisonnave) fizeram à China.
Em maio, eles já vão levar a primeira delegação brasileira de empresas para o país. "A China e o Vale do Silício são os dois ambientes que vão guiar o futuro do mundo", aposta.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Patricia Knebel

Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.