Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 14/02/2018. Alterada em 13/02 às 22h28min

Uma bela vista

CLAITON DORNELLES/JC
Guilherme Kolling, interino
Uma boa pedida para quem fica em Porto Alegre nesta época do ano é dar uma passada no Morro da Pedra Redonda, no bairro Belém Velho. O ponto tem se tornado conhecido por ser uma das paradas da Linha Turismo Caminhos Rurais. A vista da paisagem da capital gaúcha e cidades vizinhas de lá é belíssima. Outra conveniência é que, no local, está sediado o Santuário Nossa Senhora Mãe Deus, o que dá mais movimento e, por consequência, segurança ao passeio.

Nota capitulada

Nos debates sobre a crise financeira do Estado, sempre se levanta a questão dos débitos que a União tem com o Rio Grande do Sul, a começar pela Lei Kandir. A questão é que o governo federal até reconhece o pleito, mas para pagar é outra história. A campanha eleitoral pode ser o momento ideal para saber as intenções do presidenciáveis sobre o assunto.

Cooperativas

Nem todas as cooperativas têm problemas de gestão. Boa parte delas diz a que veio. Caso da Languiru, de Teutônia, que teve faturamento bruto de R$ 1,228 bilhão, resultado líquido de R$ 17,6 milhões, patrimônio líquido de R$ 192,4 milhões, sobras de aproximadamente R$ 2,4 milhões, a serem distribuídas aos associados e remuneração do capital do quadro social.
 

Feliz aniversário

A Câmara Municipal de Porto Alegre vai homenagear a Associação Comercial de Porto Alegre nesta quinta-feira, às 14h, pelo aniversário de 160 anos. A mais antiga entidade empresarial da capital gaúcha foi fundada no dia 14 de fevereiro de 1858.
 

Plano Diretor

A revisão do Plano Diretor de Porto Alegre, prevista para acontecer no ano passado, não saiu do papel. Em um primeiro momento, a pendência era a demora na nomeação do secretário responsável pela área. Depois, não se falou mais no assunto. E a prefeitura ainda não sinalizou que o tema esteja entre os projetos a serem enviados para a Câmara Municipal em 2018.
 

Estádio Olímpico

Fechado há cinco anos, o Estádio Olímpico está abandonado. O entorno fica inseguro para pedestres e desvaloriza o bairro. Em 2008, a Câmara Municipal aprovou incentivos à construção civil no antiga casa do Grêmio. Ali é possível construir torres de até 72 metros de altura, 20 metros a mais do que o limite do Plano Diretor. Apesar do alto potencial, nem sinal de obras. 
 

Falta poda


CLAITON DORNELLES /JC
A subida da rua Correa Lima é o emblema de um problema que afeta boa parte de Porto Alegre: a falta de capina nos canteiros. Dá para ter uma noção olhando o pedestre que vai pelo espaço do passeio ladeado pelo mato. 

Até na ciclovia...

O problema afeta até as ciclovias. Com a falta de poda, galhos e folhas avançam sobre a via para ciclistas, que são obrigados a desviar e utilizar a pista para carros, inclusive em avenidas bem movimentadas, como a Érico Veríssimo. 
 

Vida normal

Terminado o Carnaval, a vida volta ao normal. Entretanto, mesmo nos dias do feriadão, muita gente fica em Porto Alegre e sofre com a falta de opções para sair. Muitos estabelecimentos fecham as portas e aproveitam para dar férias coletivas. Também é verdade que alguns serviços de bairro até gostariam de abrir as portas. Mas o pequeno comércio, como bares e cafés, evita funcionar por questões de segurança. Assim quase tudo fecha. Uma cultura difícil de mudar, sem garantias de segurança. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Reni Puls 14/02/2018 10h15min
Sem segurança nada funciona. Novos empreendimentos no seu planejamento e projeto, a segurança é tema importante. Nas próximas eleições esse vai ser tema MUITO relevante. Vamos ver como é que o eleitorado verá o discurso de suas excelências.n