Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 12/02/2018. Alterada em 11/02 às 21h01min

Do Tibete para o Vale

MERCATUS/DIVULGAÇÃO/JC
O Chagdud Gonpa Khadro Ling, centro de budismo tibetano Vajrayana, localizado na cidade de Três Coroas, no Vale do Paranhana do Sul, realizará a apresentação pública de danças sagradas tradicionais no dia 18 de fevereiro, domingo, às 10h da manhã. O evento concluirá as comemorações do Ano-Novo Tibetano, o Losar. O ano que se inicia é o de 2145, ano do cachorro.

O melhor do poetinha

A música A Felicidade, de Vinicius de Moraes, tem versos definitivos. Vejam esse trecho: A felicidade do pobre parece/A grande ilusão do Carnaval/A gente trabalha o ano inteiro/Por um momento de sonho/Pra fazer a fantasia/De rei ou de pirata ou jardineira/Pra tudo se acabar na quarta-feira.

Flagrante de cartel

O presidente Michel Temer (PMDB) quer enquadrar os postos de combustíveis por formação de cartel. Não passará disso. Provar cartel é mais difícil que flagrante de adultério, quando ele ainda existia. Tem que ter testemunha, prova do acerto, gravações ou outras.

Veraneio?

Dizer que esta época é boa para o veraneio não é bem assim. Pegar a freeway entupida na ida e na volta, ter dificuldade para estacionar na praia, restaurantes cheios e com preços altos, multidões em cada centímetro quadrado na areia... É duro.

Certeira avaliação

Sempre na mosca. A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, é uma campeã de acertos quando fala. Em apenas uma frase, ela traduziu o sentimento quase palpável do funcionamento dos Três Poderes. "O cidadão brasileiro está cansado da ineficiência de todos nós, e cansado inclusive de nós do sistema Judiciário" é lapidar. Não é apenas uma magistrada de gabinete, suas antenas são extraordinariamente sensíveis. E ainda tem o dom de resumir óperas com poucas palavras.

Uma festa descaracterizada

A cada Carnaval, multidões de brasileiros expressam melancolia pelos rumos que o Carnaval vem tomando em não mais de década e meia para cá. Mesmo de ouvir falar, gerações mesmo com pouca idade gostam das imagens dos bailes e desfiles até os anos 1980, no máximo. Até mesmo o famoso desfile da Marquês do Sapucaí parece um desses filmes de Transformes. E não se ouve mais samba, a batida é de marcha-rancho pelos 15 minutos de fama na TV.

A mais influente


HMD/DIVULGAÇÃO/JC
A presidente do Hospital Mãe de Deus, Irmã Lúcia Boniatti, figura entre os 100 gestores Mais Influentes da Saúde no Brasil. O reconhecimento ocorreu na categoria Projetos de Humanização da lista organizada pelo Grupo Mídia, de São Paulo.

Miúdas

  • O BRASIL não começa depois do Carnaval. O Brasil começa na segunda-feira depois da semana do Carnaval.
  • IRONIA trágica a morte do ator Eduardo Carneiro. Trabalhava na novela "O outro lado do paraíso".
  • QUANDO Fernando Henrique Cardoso diz que Luciano Huck "tem estilo tucano", não é constatação, é aviso aos navegantes?
  • BOLSAS mundiais anteviram o drama que vem aí: um aperto monetário global. Tudo estava indo tão bem...
  • VEM aí a continuação da Guerra da Coreia, a das Coreias. Ambas querem provar que têm os melhores atletas nos jogos olímpicos.
  • ATÉ porque a guerra de 1950 entre os dois países nunca terminou oficialmente. O que houve foi um armistício.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia