Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

Governo Federal

12/01/2018 - 12h18min. Alterada em 12/01 às 12h21min

Temer discute com advogado estratégia de defesa e as 50 perguntas da Polícia Federal

Presidente tem até o dia 19 para responder aos questionamentos da PF

Presidente tem até o dia 19 para responder aos questionamentos da PF


EITAN ABRAMOVICH/AFP/ARQUIVO/JC
O presidente Michel Temer se encontrou nesta sexta-feira (12) com o advogado Antonio Carlos Mariz para discutir a estratégia da defesa no inquérito que apura suposto pagamento de propina da empresa Rodrimar para o peemedebista.
Segundo a assessoria da Presidência, os dois conversaram sobre as 50 perguntas elaboradas pela Polícia Federal no âmbito do inquérito sobre o decreto dos Portos. A PF investiga suspeitas de que um decreto presidencial foi feito sob medida para atender os interesses do setor.
Além de Temer, são investigados Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor de Temer e ex-deputado federal, e Antônio Celso Grecco e Ricardo Conrado Mesquita, respectivamente, dono e diretor da Rodrimar.
As perguntas foram enviadas no dia 3 de janeiro. Nelas, Rocha Loures, é citado nominalmente 38 vezes. A defesa de Temer tem até o dia 19 para responder aos questionamentos da PF.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia