Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

CORRIGIR

relações internacionais

12/01/2018 - 14h41min. Alterada em 12/01 às 15h34min

Formação de governo na Alemanha é positiva para futuro da Europa, diz França

O governo da França recebeu de forma positiva a notícia de que líderes do bloco conservador, de Merkel, fecharam um acordo preliminar com o Partido Social-Democrata (SPD, pela sigla em alemão), de centro-esquerda, para seguir adiante com negociações para a formação de um governo de coalizão.
Após reunião de gabinete em Paris, o porta-voz do governo francês, Benjamin Griveaux, afirmou que o acordo, se apoiado definitivamente pelos sociais-democratas em um congresso do partido no dia 21 de janeiro, "é bom para a Alemanha, bom para a França e bom para a Europa."
Ele destacou que o acordo é "um elemento importante para a estabilidade e o futuro da Europa", especialmente nas próximas discussões e esforços do bloco comum em relação a imigração, economia e questões financeiras.
Os sociais-democratas ainda devem votar se apoiam as diretrizes acertadas no acordo firmado hoje para que iniciem as negociações efetivas da coalizão. Caso isso ocorra, Merkel finalmente poderá seguir junto do presidente francês, Emmanuel Macron, nos planos para a reforma da zona do euro, sem o impedimento de questões políticas domésticas. 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia