Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 11/01/2018. Alterada em 10/01 às 22h59min

Juiz bloqueia decisão sobre 'Dreamers'

Um juiz federal em São Francisco bloqueou temporariamente, na terça-feira à noite, a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de acabar com um programa que impede a deportação de jovens imigrantes. Em um veredicto de 49 páginas, o juiz William Alsup decidiu manter o programa, que garantiu proteção a cerca de 800 mil jovens durante o governo Barack Obama e é popularmente conhecido como "Dreamers".
Alsup levou em consideração cinco processos separados que desafiaram a decisão de Trump de cancelar o programa, anunciada em 5 de setembro do ano passado. Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, o veredicto do juiz não muda o fato de que o programa tentou contornar o Congresso ilegalmente e a agência está no seu direito de encerrá-lo.

Deslizamentos de terra causam 15 mortes

Deslizamentos de terra deixaram ao menos 15 mortos na Califórnia após as tempestades que atingiram o estado norte-americano nos últimos dias. As cidades de Montecito e Carpenteria, perto de Santa Bárbara, foram as mais atingidas.
Em dezembro, a região tinha sido atingida por incêndios florestais, o que pode ter contribuído para agravar os deslizamentos de terra. O fogo queima a vegetação que ajuda a segurar a terra nas encostas, além de endurecer a camada superior do solo, impedindo que a água das chuvas seja absorvida.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia