Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Vídeos JC

COMENTAR

Meio Ambiente


Sem dragagem, situação do arroio Dilúvio se agrava em Porto Alegre

Publicado em .

O arroio Dilúvio, canal que corta Porto Alegre de Leste a Sul para desaguar no Guaíba, registra aumento acelerado de bancos de terra, muitos já recobertos de vegetação. Em alguns trechos, a areia recobre mais da metade do canal e quase obstrui a passagem da água. Além disso, lixo de todo tipo - de pneus a material plástico - brota na superfície. A paisagem, que, nos dias quentes de verão, fica ainda mais desolada devido ao baixo nível da água, é efeito de mais de um ano sem dragagem do canal. Com isso, o assoreamento foi tomando conta do veio, que não é dragado há mais de um ano
Esta seção tem o apoio do
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia