Porto Alegre, quarta-feira, 10 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Famílias separadas pela guerra das duas Coreias poderão ter novo encontro

A Guerra Fria não acabou, nem teve todos seus muros derrubados. Há 68 anos começava a disputa entre capitalismo e comunismo que separou famílias em diversas partes do globo. Na Coreia, a decisão no modelo social para ser seguido  deu inicio a uma guerra que dividiu a nação ao meio. Desde então, famílias que foram desmanchadas puderam se encontrar apenas três vezes. Nesta terça-feira (9), durante o encontro oficial dos dois países na aldeia de Panmunjom (divisa militarizada), em que foi acordada a participação da Coreia do Norte nos Jogos Olímpicos de Inverno, o tema das visitas foi novamente abordado. A proposta foi trazida pelo chefe da delegação sul-coreana, Cho Myoung-gyon (a esquerda da foto), e deverá ser estudado pelas autoridade norte-coreanas.  
 

FOTO Dong-A Ilbo / South Korea OUT / AFP PHOTO / JC